Topo

Esporte

Hamilton e Mercedes buscam recuperação no GP do Bahrein

05/04/2018 17h57

Sakhir, Bahrein, 5 Abr 2018 (AFP) - Depois de ver Sebastian Vettel e Ferrari roubarem a vitória e o protagonismo no Grande Prêmio da Austrália, Lewis Hamilton e Mercedes buscam recuperação no GP do Bahrein para comprovar o favoritismo na temporada de 2018 da Fórmula 1.

Há duas semanas, o britânico ficou surpreso quando Vettel assumiu a primeira colocação após uma parada nos boxes, aproveitando-se da presença do carro de segurança virtual.

A escuderia alemã reconheceu um erro de cálculo. "De volta à fábrica, fizemos o que costumamos fazer após um final de semana difícil. Tentamos entender o que não funcionou e implantamos um dispositivo para garantir que este problema não se repita no futuro", indicou Toto Wolff, patrão das "Flechas Prateadas".

Os atuais campeões querem lembrar quem é que manda no circuito. "Podemos vencer esta corrida", sentenciou Hamilton, apesar de Vettel ter conquistado o GP do Bahrein no ano passado. "Contamos sempre com um carro fantástico, somos os atuais campeões do mundo. Com uns ajustes podemos vencer", cravou.

"Sabíamos que seria difícil este ano. Vamos ter altos e baixos", garantiu o piloto de 33 anos que sonha, assim como Vettel, com o quinto título mundial. Quem vencer vai se igualar ao argentino Juan Manuel Fangio. "Ferrari foi muito rápida na reta de Melbourne e vão voltar a ser, permita-me que o diga", avisou

"Por regularidade, Lewis teria vencido" na Austrália, afirmavam há 15 dias os boxes da Mercedes, onde alguns indicavam: "é o melhor que poderia ter acontecido. Agora está ofendido, enquanto que uma vitória fácil poderia relaxar".

- Vento e areia -Costuma-se dizer que não se pode extrair conclusões demais do primeiro GP da temporada.

Por isso, é preciso esperar para verificar os reais progressos dos aspirantes a quitar o trono da Mercedes. Ferrari, Red Bull, Haas, McLaren e Sauber, assim como o passo atrás dado por Force India e Williams, ou o nível do motor Honda que equipa os carros da Toro Rosso.

O GP do Bahrein, um dos três disputados em horário noturno, promete ainda mais emoção do que a Austrália.

Os pilotos e seus times só dispõe de uma sessão de treinos livres nas condições da qualificação e da corrida para encontrar os ajustes adequados.

As equipes deverão lidar com temperaturas que podem superar os 30ºC, unidas ao vento do deserto que sempre carrega areia. Os elementos podem aumentar o desgaste de pneus, motores e freios.

Fora das pistas, os proprietários da categoria, Liberty Media, e a Federação Internacional Automobilística (FIA) devem apresentar aos times uma versão mais detalhada do projeto de regulamento para o motor a partir de 2021.

A versão inicial, revelada no final do ano passado, não agradou Mercedes e Ferrari.

pel/sg/iga/pm/fa

FERRARI NV

LIBERTY MEDIA

ACCORHOTELS

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte