Topo

Fórmula 1

Comissão autoriza projeto, e Fórmula 1 se aproxima de GP em Miami

Octane/Action Plus via Getty Images
Largada do GP da Austrália, em Melboune Imagem: Octane/Action Plus via Getty Images

10/05/2018 16h17

Miami, 10 Mai 2018 (AFP) - A possibilidade de Miami sediar um Grande Prêmio de Fórmula 1 a partir da temporada de 2019 cresceu nesta quinta-feira (10), após o conselho da cidade da Flórida entrar em um "princípio de acordo" para receber a corrida no ano que vem.

O grupo aprovou por unanimidade o apoio às negociações para que a corrida aconteça na Flórida no futuro.

"Acredito que nos tornaríamos a única cidade a ter a Fórmula 1 e equipes dos cinco principais esportes americanos", comemorou o prefeito da cidade, Francis Suárez.

Faltam três etapas para que a decisão seja oficial: a cidade de Miami precisa assinar um acordo comercial com os organizadores da F1, que seria logo submetido a voto no conselho municipal, e a Federação Internacional do Automóvel (FIA) teria de aprovar a inscrição da prova no calendário para a temporada de 2019.

Liberty Media, o novo proprietário dos direitos da F1, tem como objetivo ampliar o número de provas e levar a competição a novos circuitos fora da Europa, com Estados Unidos e Ásia como principais mercados.

"Acredito que economicamente seria um benefício incrível para a cidade, o condado e o sul da Flórida", declarou José Díaz, representante do condado de Miami-Dade.

Os Estados Unidos já sediam um GP, em Austin, em outubro, e esperam que o GP de Miami também seja disputado ao longo deste mês, em circuito de rua.

Stephen Ross, dono do Miami Dolphins, franquia da NFL, e um dos principais defensores do GP de Miami, afirmou que o evento é uma escolha lógica para a cidade.

"Miami é uma cidade de primeira classe em nível global, e a Fórmula 1 é uma marca global de primeira classe", declarou na semana passada.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!