Topo

Esporte

Para novo técnico do PSG, Neymar "precisa de tratamento especial"

20/05/2018 15h27

Paris, 20 Mai 2018 (AFP) -

O atacante Neymar é um "artista, um jogador excepcional, um dos melhores do mundo", elogiou neste domingo o novo técnico do PSG, o alemão Thomas Tuchel, durante sua apresentação oficial, afirmando que o brasileiro, um "jogador especial", precisa de "um tratamento especial".

Questionado durante a coletiva de apresentação sobre um encontro que teria tido com o craque brasileiro na semana passada, Tuchel confirmou a informação.

"O encontro foi muito bom", afirmou o técnico alemão, que não poupou elogios à maior estrela do PSG: "Neymar é um artista, um jogador excepcional, um dos melhores do mundo. Os artistas são jogadores especiais que precisam de um tratamento especial".

"É preciso construir uma estrutura que lhe permita mostrar todo seu talento no campo", analisou Tuchel sobre Neymar. "Encontrei alguém muito aberto e amigável" e que tinha "um sorriso no rosto quando falávamos de futebol".

Durante a coletiva, o ex-treinador do Borussia Dortmund, sorridente e falando em francês e inglês, afirmou estar "muito feliz de estar aqui como técnico deste clube excepcional nesta cidade magnífica".

Após agradecer "ao clube por sua confiança em mim", ao presidente do PSG Nasser Al-khelaifi e ao diretor esportivo Antero Henrique, Tuchel quis "abordar nossas ambições".

"Na minha opinião, o sucesso tem muitas caras. Nossos objetivos são muito elevados, mas é cedo demais para falar em vitórias e títulos", afirmou. "Estou convencido de que há pontos essenciais para chegar, a estrutura, o espírito de equipe e o trabalho cotidiano".

"Devemos estar vigilantes e cuidar dessas disso todos os dias desde o início. É o desafio que temos e estaremos prontos", explicou, confiando que "queria começar amanhã mesmo, mas temos que esperar até julho", quando seu contrato com o PSG entra em vigor.

O presidente do PSG, Nasser Al Khelaifi, se mostrou "muito feliz de estar no Parque dos Príncipes para a apresentação do novo técnico. O mundo do futebol o conhece muito bem, sua filosofia vai agradar muito a nossos jogadores, a nossos torcedores, a imprensa".

"Aqui em Paris, o futebol ofensivo está no DNA de nosso clube. Muitos clubes o queriam como técnico, mas ele escolheu o PSG", confidenciou o dirigente.

"Obrigado treinador, vamos escrever juntos a grande história do Paris Saint-Germain com muitos troféus. Bem-vindo à casa".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte