Topo

Esporte

Grupo E: Brasil inicia busca pelo hexa contra Suíça, Costa Rica e Sérvia

30/05/2018 15h45

Rio de Janeiro, 30 Mai 2018 (AFP) - Em busca do tão sonhado hexacampeonato mundial, o Brasil inicia sua jornada no grupo E da Copa do Mundo da Rússia contra Suíça, Sérvia e Costa Rica, que parecem destinadas a brigarem pela segunda vaga que classifica às oitavas de final.

Com o craque Neymar recuperado e um time que dá esperanças, os comandados de Tite não parecem ter caminho difícil para se classificarem às oitavas de final.

Os números embasam o trabalho da Seleção Brasileira: desde que assumiu a equipe em setembro de 2016, Tite liderou a "canarinho" para a classificação antecipada nas eliminatórias sul-americanas. Em todos os jogos, foram 15 vitórias, três empates e uma derrota.

O time está distante do futebol praticado nos tempos de Dunga, quando o Brasil foi eliminado precocemente na fase de grupos da Copa América Centenário, em 2016, e mais ainda da traumática derrota por 7 a 1 para a Alemanha, na Copa do Mundo do Brasil-2014.

Tite devolveu a dignidade aos mais de 200 milhões de brasileiros, que sonham em levantar o hexacampeonato mundial na Rússia.

"Não é preciso fugir, ter falsa humildade ou ser arrogante. É preciso encarar uma verdade que está aí. O Brasil é uma das favoritas", afirmou Tite em coletiva de imprensa há duas semanas.

A Seleção Brasileira vai estrear na Copa do Mundo da Rússia no dia 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov. Depois, enfrenta a Costa Rica em São Petersburgo, no dia 22, e a Sérvia em Moscou, no dia 26 do mesmo mês.

Liderado pelo goleiro do Real Madrid e tricampeão da Liga dos Campeões, Keylor Navas, a Costa Rica quer repetir o desempenho do último Mundial, quando chegou às quartas de final. A seleção aposta na mesma base que chamou a atenção naquela edição do torneio.

Os comandados de Oscar Ramírez não terão vida fácil. Levando em consideração que o Brasil deve terminar a chave na liderança, os costa-riquenhos precisarão brigar por uma vaga nas oitavas de final contra duas difíceis seleções europeias, Suíça e Sérvia.

Mas os centro-americanos não se apequenam. Há quatro anos, foram considerados eliminados em um grupo de campeões mundiais formado por Itália, Inglaterra e Uruguai. Mas a Costa Rica terminou a chave na primeira colocação e eliminou os gigantes europeus.

Quatro anos depois, Keylor Navas e companhia querem voltar a surpreender o mundo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte