Topo

Esporte

Joachim Löw descarta comandar Real Madrid

01/06/2018 12h01

Eppan, Itália, 1 Jun 2018 (AFP) - O técnico da Alemanha, Joachim Löw, descartou nesta sexta-feira a possibilidade de substituir Zinedine Zidane no comando do Real Madrid, depois da imprensa francesa especular seu nome após a saída do treinador francês.

"Claro, posso desmentir claramente", disse Löw durante concentração da Mannschaft em Eppan, no norte da Itália, para a Copa do Mundo da Rússia. O jornal espanhol Marca publicou que o clube merengue tinha entrado em contato com o alemão de 58 anos.

"O Real Madrid certamente vai encontrar um substituto muito bom para Zinedine Zidane. Sua renúncia me surpreendeu um pouco, mas ele está melhor situado para valorizar se o time alcançou seu auge. Se sente que chegou o momento, é preciso respeitá-lo", valorizou.

Recentemente, Löw prorrogou seu contrato com a Federação Alemã até 2022. Agora está 100% concentrado para tentar defender o título mundial conquistado há quatro anos, na Copa do Mundo do Brasil.

A última experiência de Löw como treinador de clubes foi no Áustria Viena, em 2004. Depois, assumiu o cargo de auxiliar de Jürgen Klinsmann na seleção alemã e o substituiu após o final do Mundial de 2006.

A Alemanha encara a Áustria, no sábado, e na próxima sexta-feira enfrenta a Arábia Saudita em amistosos preparatórios para a Copa. O treinador comentou sobre a situação do goleiro e capitão Manuel Neuer, que se recupera de lesão e ainda não está garantido no Mundial.

"Por enquanto tudo está bem para ele, segundo o plano previsto. A decisão não chegará antes de domingo. Vou conversar com ele e se estiver tudo bem ele será titular amanhã (sábado)", avaliou o treinador.

Os atuais campeões mundiais estreiam no dia 17 de junho contra o México, em partida válida pelo Grupo F, que também conta com Suécia e Coreia do Sul.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte