Topo

Esporte

Rússia bota um pé nas oitavas com vitória sobre Egito

19/06/2018 17h05

São Petersburgo, 19 Jun 2018 (AFP) - Com atuação convincente diante do Egito de Mohamed Salah, a anfitriã Rússia venceu por 3 a 1 nesta terça-feira e pode se tornar a primeira seleção nas oitavas de final, em caso de provável vitória do Uruguai sobre Arábia Saudita no outro jogo do grupo A.

Depois do azar de Ahmed Fathi, que abriu o placar contra a própria meta aos 2 minutos do segundo tempo, Denis Cheryshev e Artem Dzyuba garantiram a vitória russa aos 14 e 17 minutos, respectivamente. Nem mesmo o gol de pênalti de Salah, aos 28, serviu para deixar os egípcios em boas chances de classificação.

O brasileiro naturalizado russo, Mário Fernandes, foi um dos destaques da vitória com duas assistências na partida.

Para se garantir na fase eliminatória de maneira antecipada, a Rússia precisa torcer para a provável vitória dos uruguaios sobre os sauditas nesta quarta-feira, o que classificaria os sul-americanos e também selaria a eliminação egípcia.

Na próxima rodada, Rússia e Uruguai se enfrentam em Samara, enquanto Arábia Saudita e Egito duelam em Volgogrado. Ambos os confrontos serão disputados dia 25 de junho, às 11h pelo horário de Brasília.

- Salah em campo -Principal jogador do Egito, Salah ficou de fora da derrota na estreia contra o Uruguai (1-0). O camisa 10 sofreu lesão após dividida com o espanhol Sergio Ramos na final da Liga dos Campeões, entre Real Madrid e Liverpool, dia 26 de maio.

Mas depois de se recuperar, o atacante eleito melhor jogador e artilheiro da Premier League começou como titular e encheu sua equipe de gás e esperança.

A partida começou aberta, com as duas equipes tentando ir ao ataque. Os russos estavam mais organizados em campo e chegaram com perigo em chutes de Galovin, aos 5 minutos, e Cheryshev, aos 18.

Muito bem marcado, Salah não conseguia escapar com sua velocidade característica, mas atraia a atenção dos adversários para dar espaço aos companheiros. Num desses momentos, Trezeguet quase abriu o placar para os africanos, aos 15 minutos, em chute com curva da intermediária.

A primeira chance do camisa 10 egípcio só surgiu aos 41 minutos, quando recebeu passe na entrada da área, girou pra cima da marcação e bateu firme com a canhotinha. A bola passou ao lado do gol de Igor Akinfeev

- Rússia se impõe -Na volta do intervalo, a Rússia começou pressionando e conseguiu abrir o placar logo aos dois minutos. Depois do goleiro El Shenawy afastar o perigo em cruzamento, Roman Zobnin chutou da entrada da área de maneira desengonçada, mas contou com a sorte ao ver Fathi tentar limpar o lance e desviar para a própria meta. Gol contra do lateral egípcio.

Com a vantagem, os russos recuaram e deram espaço para os egípcios. Os Faraós assustaram com Salah, aos 10, e em cruzamento perigoso que atravessou a pequena área mas não foi concluída, aos 11.

Mas em grande jogada do brasileiro naturalizado Mario Fernandes, aos 14 minutos, o lateral apareceu pelo lado direito até limite da linha de fundo e cruzou rasteiro para Cheryshev completar firme para as redes e ampliar a vantagem.

O gol derrubou o time egípcio, que na jogada seguinte sofreu o terceiro gol. E que golaço. O centro-avante Artem Dzyuba matou lançamento de Mario Fernandes no peito, tirou o zagueiro e chutou com categoria no canto esquerdo de El Shenawy, aos 17.

Apesar da enorme desvantagem, o time africano não jogou a toalha. Aos 26 minutos, Salah foi derrubado na entrada da área e o árbitro marcou a falta. Após análise da vídeo-arbitragem (VAR), os egípcios tiveram um pênalti a favor e converteram a cobrança com o camisa 10, aos 28.

O gol recuperou as esperanças do Egito, mas o tempo passou e o time africano não foi capaz de empatar.

fa

Mais Esporte