Topo

Esporte

Blatter acredita que sua presença na Rússia não incomoda atual presidente da Fifa

21/06/2018 06h11

Moscou, 21 Jun 2018 (AFP) - "Tenho bons contatos com o senhor Infantino, não deveria estar irritado porque vou assistir partidas", afirmou Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa, suspenso de qualquer atividade relacionada ao futebol e que visita a Rússia durante a Copa do Mundo.

Em sua declaração, Blatter era fez uma referência ao atual presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Blatter, 82 anos, foi forçado a abandonar a presidência da Fifa durante o maior escândalo de corrupção da história da entidade.

Infantino comanda a entidade desde fevereiro de 2016.

O caso de um polêmico pagamento a Michel Platini quando o francês era presidente da Uefa provocou a suspensão de Blatter de qualquer atividade relacionada ao futebol, mas o ex-dirigente já havia informado que responderia de maneira positiva ao convite do presidente russo Vladimir Putin para visitar o país durante a Copa.

"Jantei com Putin (na quarta-feira) à noite. É preciso felicitar a Rússia pela organização do Mundial e, naturalmente, seu chefe de Estado", afirmou Blatter.

"Estou feliz por estar aqui", completou.

Blatter assistirá na sexta-feira em São Petersburgo ao jogo entre Brasil e Costa Rica (Grupo E), antes de retornar à Suíça.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte