Topo

Esporte

Imprensa sérvia crítica comemorações 'provocadoras' de Shaqiri e Xhaka

23/06/2018 11h28

Belgrado, 23 Jun 2018 (AFP) - A imprensa sérvia criticou neste sábado (23) as comemorações qualificadas de "provocação vergonhosa" dos jogadores suíços de origem kosovar Xherdan Shaqiri e Granit Xhaka, que celebraram seus gols com um "gesto político da dupla águia" na vitória por 2 a 1 contra a Sérvia.

Durante a segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo pelo Grupo E, na sexta-feira, Aleksandar Mitrovic havia colocado a Sérvia em vantagem, mas os suíços viraram o placar em uma partida que gerava tensão pela origem kosovar de vários integrantes da seleção da Suíça.

Precisamente, Shaqiri e Xhaka, autores dos gols, vêm de famílias de origem albanesa do Kosovo, uma ex-província sérvia.

Os dois jogadores lembraram suas origens sérvias fazendo com as mãos o gesto da "água dupla", representando a bandeira albanesa.

Ambos "comemoraram seus gols com um símbolo da 'águia negra' de pessoas que acreditam na ideia da chamada 'Grande Albânia'", comentou o jornal on-line Blic.

Xhaka "provocou vergonhosamente nossos torcedores", apontou o jornal. "Depois de fazer o gesto da 'águia dupla', aludindo claramente a suas origens albanesas, estava correndo no campo tentando que as câmeras o filmassem", lamentou.

Ao contrário, os diários em Pristina elogiaram as "atuações extraordinárias" dos dois jogadores de origem albanesa de Kosovo.

"Xhaka e Shaqiri nocauteiam a Sérvia", escreveu a imprensa kosovar. "O símbolo de Xhaka e Shaqiri causa histeria na Sérvia", assinalou uma nota do jornal Zeri.

O presidente de Kosovo, Hashim Thaci, parabenizou os dois pelo Twitter e toda a equipe suíça por sua "vitória merecida". "Orgulhosos de vocês, o Kosovo os ama!", acrescentou o primeiro presidente.

"Por que provocativo? É um símbolo da bandeira albanesa. Eles (os jogadores) foram refugiados albano-kosovares", tuitou Petrit Selimi, ex-funcionário do governo de Kosovo de alto escalão, defendendo Shaqiri e Xhaka.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte