Topo

Esporte

Kroos faz nos acréscimos e Alemanha escapa de eliminação precoce na Copa

23/06/2018 18h04

Sochi, Rússia, 23 Jun 2018 (AFP) - Com um gol de Toni Kroos no último minuto dos acréscimos, a Alemanha venceu de virada a Suécia por 2 a 1 neste sábado, em Sochi, e se manteve viva na briga por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia, pelo Grupo F.

O meia do Real Madrid acertou o ângulo do goleiro sueco no último lance da partida para garantir os três pontos para a Alemanha, que estava à beira da eliminação.

Antes, a Suécia chegou a abrir o placar aos 33 minutos do primeiro tempo com Ola Toivonen, finalizando um rápido contra-ataque, enquanto Marco Reus deixou tudo igual no placar aos 3 minutos da segunda etapa.

Além de correr atrás do prejuízo para buscar a vitória, a Alemanha também precisou lidar com uma inferioridade numérica em campo nos últimos 15 minutos de jogo, depois do zagueiro Jerome Boateng ser expulso.

A virada heroica da Alemanha deu uma reviravolta no Grupo F, que chega última rodada completamente indefinido.

Com os mesmos três pontos da Suécia, a Alemanha encara a praticamente eliminada Coreia do Sul (0 pt) na próxima quarta-feira, enquanto os suecos enfrentam o México, líder com seis pontos, em Kazan. Nesse cenário, existe a possibilidade de uma equipe com duas vitórias ficar de fora do mata-mata do Mundial russo.

- Oportunismo viking -Ao ver os alemães comemorando ao fim do jogo como se tivessem conquistado a Copa novamente, era fácil perceber o tamanho do buraco em que tinham se metido após a derrota na estreia para o México (1-0).

Precisando da vitória custe o que custar para evitar a primeira eliminação na fase de grupos de sua história em Copas, a Alemanha entrou em campo no Estádio Fischt, em Sochi, decidida a atacar.

Para isso, o técnico Joachim Löw não hesitou em trocar todas as peças tidas como culpadas pelo tropeço da estreia. Assim, Mesut Ozil e Sami Khedira deram lugar a Marco Reus e Sebastian Rudy.

A pressão inicial imposta pela Alemanha, porém, abria espaços para contra-ataques que os suecos não pareciam dispostos a desperdiçar.

No primeiro deles, aos 13 minutos, Marcus Berg escapou sozinho em direção ao gol de Manuel Neuer e só não conseguiu finalizar com precisão por um empurrão nas costas do zagueiro Boateng. Mas o árbitro não viu, ou não quis ver, sequer pedindo a ajuda do assistente de vídeo (VAR) para esclarecer qualquer dúvida.

Na segunda ocasião sueca não houve jeito de evitar o gol.

Aos 33, foi a vez de Toivonen, aproveitando uma saída de bola errada de Kroos, aparecer em condições de finalizar. O atacante mostrou categoria, colocando a bola por cima de Neuer com categoria para abrir o placar.

- De vilão a herói -O baque do gol sofrido foi tamanho que a Alemanha só conseguiu recuperar as forças após o intervalo, quando, aos 2 minutos, Werner escapou pela esquerda, cruzou rasteiro na área e Reus apareceu para empatar a partida, anotando o primeiro gol dos atuais campeões do mundo na Rússia após 34 chutes na meta adversária.

Daí em diante, a partida se tornou um monologo de ataque contra defesa, com a gigante tetracampeã do mundo lutando com todas as forças para seguir viva na Copa... e parecia ser em vão.

Reus não conseguiu desviar de letra um cruzamento de Kimmich na cara do gol (61 minutos), enquanto o goleiro sueco Olsen defendeu cabeçada à queima-roupa de Mario Gomez (88). Já o chute de Julian Brandt foi parar no travessão nórdico (90+4).

Mas, quando tudo parecia acabado para a Alemanha, Kroos, responsável pelo erro no gol sueco, apareceu para virar herói.

No último lance do jogo, o meia do Real Madrid assumiu a responsabilidade de cobrar uma falta perto da área, mas quase sem ângulo, e acertou um chutaço que Olsen não conseguiu alcançar.

Não foi dessa vez que a Alemanha deu adeus à uma Copa do Mundo na primeira fase e, pelo empenho mostrado no segundo tempo, a tendência é buscar a vaga nas oitavas e incomodar muita gente na Rússia e agora em diante.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte