Topo

Esporte

Sampaoli comanda treino da Argentina após receber apoio do presidente da federação

24/06/2018 09h32

Bronnitsy, Rússia, 24 Jun 2018 (AFP) - O técnico da Argentina, Jorge Sampaoli, comandou normalmente o treino da equipe neste domingo em Bronnitsy, perto de Moscou, após receber no sábado o aval do presidente da Federação do Futebol Argentino (AFA), Claudio Tapia, para se manter no cargo.

Tapia e Sampaoli se reuniram na véspera e o dirigente tranquilizou o técnico em relação à permanência no cargo, segundo confirmação de uma fonte na seleção argentina.

A relação entre Sampaoli e os jogadores ficou estremecida após a derrota para a Croácia (3-0) na quinta-feira, o que provocou diversos rumores na imprensa argentina sobre uma rebelião dos atletas, que queriam uma mudança no comando técnico já para a partida de terça-feira contra a Nigéria.

A tensão entre os jogadores e a comissão técnica ficou palpável após a derrota para os croatas.

"Ele que diga o que quiser", disse um irritado Sergio Aguero na zona mista após o jogo, questionado sobre uma frase de Sampaoli em que dizia que o "projeto fracassou".

Neste domingo, Sampaoli chegou ao campo de treino meia-hora antes do início da atividade e, com um semblante sério, supervisionou os jogadores normalmente.

"A relação com o técnico é totalmente normal. Obviamente que quando nós sentimos algum incômodo falamos (com o técnico), porque senão seríamos hipócritas", disse Javier Mascherano em coletiva de imprensa.

"Sabemos que a situação é complexa. Temos que nos unir, que dar opiniões, fazer todo o possível para que o time chegue ao jogo com a maior quantidade de comodidades", acrescentou o 'Jefecito'.

- Armani no gol e linha de quatro -A primeira decisão de Sampaoli para o duelo contra a Nigéria será mudar o goleiro titular. Após o grave erro cometido por Willy Caballero no primeiro gol croata, Franco Armani deverá assumir a titularidade da equipe.

O goleiro do River Plate já era o favorito para tomar o lugar de Sergio Romero, que se lesionou pouco antes da Copa, mas Sampaoli preferiu optar pela experiência de Caballero, de 36 anos e reserva no Chelsea.

Na defesa, a Argentina voltará a ter uma linha de quatro à frente do goleiro, depois de fracassar no esquema com três zagueiros. Nicolas Otamendi, Gabriel Mercado e Nicolas Tagliafico têm os lugares garantido. Assim, Cristian Ansaldi, Eduardo Salvio e Marcos Rojo disputam a última vaga.

Lionel Messi, no dia que comemorou seu 31º aniversário, foi um dos últimos jogadores a chegar para o treino, ao lado de De Maria, que, espera-se, recupere a titularidade, após sequer entrar em campo contra a Croácia.

Ao entrar em campo, Sampaoli parabenizou Messi pelo aniversário, uma imagem que fez a festa dos fotógrafos presentes.

"Leo está bem. É uma peça chave para nós, é um ser humano que tem suas frustrações porque as coisas não aconteceram, como todos nós", indicou Mascherano.

A Croácia lidera o Grupo D da Copa do Mundo da Rússia com seis pontos, seguida da Nigéria (3). Islândia e Argentina completam a chave com apenas um ponto.

Na última rodada, os argentinos não têm outra escolha a não ser ganhar da Nigéria para buscar a segunda vaga nas oitavas de final. Se vencerem, também terão que torcer para que croatas empatem ou derrotem os islandeses para avançar.

Em caso de vitória da Islândia, a segunda vaga será decidida no saldo de gol, que no momento é favorável aos nórdicos (-2 contra -3).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte