Topo

Esporte

Costa Rica enfrenta Suíça com "pressão" de ser única equipe sem gol na Rússia

26/06/2018 14h39

Nijni Novgorod, Rússia, 26 Jun 2018 (AFP) - A Costa Rica carrega a "pressão" de ser a única equipe que ainda não balançou as redes na Copa do Mundo da Rússia-2018, algo que a equipe tentará modificar dando "uma alegria" aos torcedores na despedida do Mundial contra a Suíça, afirmou nesta terça-feira o jogador Kendall Watson.

Os costarriquenhos enfrentarão a Suíça com duas derrotas na Copa, contra Sérvia (1-0) e Brasil (2-0), e já estão eliminados no Grupo E. a Suíça, com quatro pontos, ainda luta por uma vaga nas oitavas de final.

Na outra partida da chave, o Brasil, que também tem quatro pontos e lidera o grupo, encara a Sérvia (3 pts).

"Mais pressão não podemos ter porque queremos sair com algo positivo e obviamente temos que marcar gols para ganhar", informou o jogador em coletiva de imprensa.

Queremos ganhar "por nosso próprio orgulho, ter uma alegria no que resta, temos um país a representar, uma família também e queremos terminar da melhor maneira possível", completou o zagueiro que atua no futebol dos Estados Unidos.

Uma vitória costarriquenha sobre os suíços seria benéfica para o Brasil, que, nesse caso, precisaria apenas de um empate contra a Sérvia para garantir a primeira colocação do Grupo E.

Muito criticado na Costa Rica pela eliminação precoce, quatro anos depois da equipe alcançar às quartas de final na Copa do Brasil, o técnico Oscar Ramírez defendeu seu trabalho e seus comandados.

"Me sinto incomodado e doído no sentido de que queria ter dado alegrias ao país, queria que isso não acontecesse como aconteceu, mas enfrentamos um grupo difícil", afirmou o treinador, que coloca o Brasil entre os favoritos ao título.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte