Topo

Esporte

Reus diante do desafio de classificar a Alemanha às oitavas

26/06/2018 10h27

Kazan, Rússia, 26 Jun 2018 (AFP) - Marco Reus não tem nenhuma intenção de permitir que a Coreia do Sul atrapalhe o caminho da Alemanha rumo às oitavas de final da Copa da Rússia, agora que a atual campeã do mundo já se salvou da eliminação uma vez.

Reus foi reserva na derrota na estreia para o México (1-0), mas teve papel decisivo contra a Suécia, anotando o gol de empate que recolocou a Alemanha na partida.

A poucos segundos do apito final em Sochi, a Alemanha foi buscar uma importante virada por 2 a 1 graças a um chute no ângulo de Toni Kroos.

Com este gol, os alemães evitaram se tornar a sexta equipe a ser eliminada na primeira fase de uma Copa do Mundo quando defendia o título mundial. Mas ainda não estão a salvo.

A Alemanha venceu as 10 partidas que disputou nas eliminatórias europeias para o Mundial russo com impressionante saldo de gols de 39, mas ainda precisa convencer os críticos que merece um lugar entre as 16 melhores seleções na Rússia.

O caminho alemão rumo ao mata-mata está repleto de obstáculos.

Apesar da Coreia do Sul ser a última colocada do Grupo F, com derrotas para México (2-1) e Suécia (1-0), as quatro equipes da chave ainda têm chances de classificação.

A Alemanha avançará sem depender de resultados de México-Suécia se vencer por dois ou mais gols a Coreia do Sul, que pode se classificar com uma vitória sobre os alemães somada a uma derrota sueca.

Se Suécia e Alemanha empatarem seus respectivos jogos, a equipe que tiver marcado mais gols avançará, e, se também se igualarem nesse quesito, a vaga ficará com os atuais campeões do mundo, que venceram os nórdicos no confronto direto.

- 'Falar demais' -Depois de ficar de fora da Copa do Mundo do Brasil, há quatro anos, Reus tem mais motivos que os companheiros para dar tudo de si pela classificação alemã.

O atacante do Borussia Dortmund não disputou a Copa do Mundo do Brasil devido à ruptura do ligamento do tornozelo esquerdo, ficou de fora da campanha na Euro-2016 por um problema na virilha e não participou do título na Copa das Confederações-2017 por uma lesão nos ligamentos do joelho.

"É claro, jogamos mal contra o México e tivemos que encarar as críticas, mas, na minha opinião, falamos demais sobre isso", afirmou Reus aos jornalistas na segunda-feira.

"Temos que fazer nosso trabalho e ganhar a partida, e preferencialmente não só de 1 a 0", continuou.

"A Alemanha jogou agressivamente em suas duas primeiras partidas, mas acredito que podemos conseguir um bom resultado", afirmou por sua vez o meia sul-coreano Ju Se-jong.

"Acredito que entrarão em campo fortes, tentando marcar o maior número de gols possíveis, o que poderia nos permitir espaços nas suas costas", completou.

Alvo de críticas pesadas na imprensa alemã, não resta dúvidas de que uma eliminação precoce na Copa da Rússia provocará uma limpa na Mannschaft, começando pelo técnico Joachim Löw.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte