Topo

Esporte

Bélgica vence Inglaterra e encara Japão nas oitavas de final

28/06/2018 17h26

Caliningrado, Rússia, 28 Jun 2018 (AFP) - Em partida com clima de amistoso, a Bélgica venceu a Inglaterra por 1 a 0, nesta quinta-feira em Kaliningrado, e garantiu a liderança do grupo G para enfrentar o Japão nas oitavas de final, enquanto os ingleses encaram a Colômbia.

Adan Januzaj fez o único gol do jogo, aos 6 minutos do segundo tempo, e deixou os Diabos Vermelhos em um chaveamento de mata-mata que conta com os campeões Uruguai, França, Argentina e Brasil. Já a Inglaterra está do outro lado da chave, que só conta com a Espanha como campeã mundial.

No outro jogo do grupo, a Tunísia venceu o Panamá de virada por 2 a 1. Meriah (33 contra), Ben Youssef (51) e Wahbi Khazri (66) fizeram os gols do jogo.

Com os resultados, a Bélgica assegurou os 100% de aproveitamento e terminou na primeira colocação com 9 pontos, seguida de Inglaterra (6), Tunísia (3) e Panamá (não pontuou).

A Bélgica encara o Japão na segunda-feira, em Rostov-on-don, enquanto a Inglaterra enfrenta a Colômbia, em Moscou, na terça-feira.

- Times reservas -Para o duelo, os Diabos Vermelhos fizeram nove alterações no time titular, enquanto o English Team realizou oito mudanças na equipe.

Apesar de estarem com escalações alternativas, Bélgica e Inglaterra criaram chances de gol nos primeiros minutos da primeira etapa, parecendo não se preocuparem em cair na chave de mata-mata considerada mais difícil.

Os belgas chegaram em chute de longa distância de Thielemans (5) e em finalização de dentro da área de Batshuayi (9). Já os ingleses assustaram em jogadas pelo alto, após cabeçadas de Cahil (11) e Vardy (13).

Mas pouco a pouco o rimo do jogo foi diminuindo, abrindo espaços para um fato curioso: a Bélgica acabou levando dois cartões amarelos na primeira etapa, em faltas de Tielemans e Dendocker, e alguns torcedores comemoraram as punições.

Igualados em todos os critérios de desempate, a Bélgica estava ficando na segunda colocação do grupo G por conta do maior número de cartões amarelos, algo celebrado por conta do chaveamento de mata-mata considerado mais acessível, que só veria os favoritos França, Argentina e Brasil em uma hipotética final.

- Golaço -Na volta do intervalo, o cenário continuou até os seis minutos, quando Anan Januzaj marcou um golaço para colocar os belgas em vantagem. O atacante recebeu pelo lado direito, cortou a marcação trazendo para o meio e bateu com o pé esquerdo, encobrindo Pickford com um chute cruzado.

Aos 20 minutos, a Inglaterra teve chance clara de empatar o jogo e recuperar a primeira colocação, depois de Rashford receber passe de Vardy e ficar cara a cara com Courtois. O atacante do Manchester United bateu colocado e viu o arqueiro de 1,99m se esticar todo para encostar com a ponta dos dedos. Foi a melhor chance inglesa em toda partida.

Aos 29, Vincent Kompany entrou em campo e fez sua estreia na Copa do Mundo. O zagueiro chegou à Rússia lesionado e com risco de ser cortado da lista, mas acabou ficando entre os 23 convocados.

No fim do jogo, aos 37 minutos, Fellaini salvou o gol de empate. Após cobrança de escanteio, Courtois limpou o lance pelo alto, mas a bola sobrou para Welbeck, que bateu cruzado e viu o chute ser cortado.

Com a vitória garantida, os belgas ainda tentaram ampliar o placar em chutes de Mertens e Thorgan Hazard, mas Pickford defendeu a primeira tentativa e no segundo lance a bola explodiu em Chadli.

fa

Mais Esporte