Topo

Esporte


Presidente da Federação alemã critica gestão da Fifa: "Falta transparência"

Dan Mullan/Getty Images
Infantino (foto) teve a sua gestão extremamente criticada pela federação alemã Imagem: Dan Mullan/Getty Images

2018-12-19T11:44:43

19/12/2018 11h44

O presidente da poderosa Federação Alemã de Futebol (DFB), Reinhard Grindel, criticou o presidente da Fifa, Gianni Infantino, por falta de transparência e exigiu mais informações sobre os projetos de novas competições, em entrevista nesta quarta-feira ao site Sportbuzzer.de.

Leia mais

"Com sua falta de transparência sobre estes aspectos, Infantino reforça os preconceitos em relação à Fifa", declarou Grindel.

"É por isso que insisto com meus colegas da Uefa no conselho da Fifa na criação de uma força tarefa, na qual todas as informações serão colocadas encima da mesa, para determinar com honestidade se precisamos de outras competições e, se sim, qual poderia ser o formato", comentou.

Infantino planeja há meses a criação de uma Liga das Nações mundial e a ampliação do Mundial de Clubes para 24 equipes. O projeto, ainda confuso, de vender os direitos dos torneios a investidores preparados para injetar 25 bilhões de dólares em 12 anos também causa receio.

"Eu me daria por satisfeito se a Fifa lançasse um processo de debate aberto, e se os principais afetados, ou seja, os clubes, as ligas e as federações, estivessem muito mais envolvidos nos debates", completou Grindel.

Estas críticas se unem às do presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, no início do mês. O mandatário do futebol europeu se queixou da opacidade dos projetos da Fifa.

Mais Esporte