Topo

Esporte


Médico e dirigentes descartam que altitude influenciou na morte de árbitro

2019-05-20T20:27:00

20/05/2019 20h27

La Paz, 20 Mai 2019 (AFP) - Um informe médico e a Federação Boliviana de Futebol (FBF) negaram nesta segunda-feira, que a altitude tenha sido fator influenciador na morte de um árbitro durante uma partida em El Alto, a mais de 4.000 metros do nível do mar, no domingo.

O médico Erick Koziner, do clube Always Ready, da primeira divisão do futebol local e que socorreu o juiz Víctor Hugo Hurtado, disse após a autópsia que "não havia um edema pulmonar que nas enfermidades de altitude é a primeira coisa que se observa antes de chegar ao sistema cardíaco".

O árbitro Víctor Hugo Hurtado, de 32 anos, caiu desacordado no domingo durante uma partida entre Always Ready e Oriente Petrolero devido a uma parada cardíaca. Após receber os primeiros socorros emergenciais, foi levado ao hospital mais próximo ao estádio, onde faleceu após uma segunda parada cardíaca.

"A autópsia revelou um infarto agudo do miocárdio, duas zonas de morte proliferativas de células do coração que provocou um edema cerebral porque não chegou oxigênio ao cérebro e a partir dos 4 minutos que não recebeu oxígênio reagiu desta maneira formando um edema", disse Koziner ao portal de Diez.bo.

- O tema da altitude -Mais cedo, o presidente da Federação Boliviana de Futebol (FBF), César Salinas, negou baseado em relatórios médicos preliminares, que a altitude tenha causado a morte de Hurtado, como sugeriram alguns veículos da mídia internacional.

Salinas lamentou que, devido às circunstâncias da morte do árbitro, "pessoas que não gostam de nós vão tentar usar este tema para prejudicar o futebol boliviano, quando já foi provado que o jogo na altitude não tem efeito" negativo.

"O relatório preliminar que eu tenho é que seria uma morte súbita. A morte súbita, segundo o médico da seleção (boliviana), pode acontecer em qualquer lugar e sob qualquer circunstância, com uma pessoa jovem ou uma pessoa mais idosa", justificou Salinas à emissora ATB.

"A Federação já tomou a iniciativa de convidar quatro profissionais especialistas no assunto para que emitam um relatório muito clínico, muito médico sobre o falecimento do professor Hurtado", explicou Salinas.

O relatório desses especialistas "certamente demorará cerca de 10 dias, mas assim vamos evitar qualquer tipo de especulação", completou.

- El Alto, a 4.090 m de altitude -No Campeonato Boliviano de 2019, Hurtado apitou três jogos sem nenhum inconveniente.

Orlando Herrera, primo do árbitro falecido, declarou à imprensa que Hurtado estava acostumado com a altitude: "Ele viveu durante um tempo em El Alto, antes de iniciar a carreira de árbitro".

A 4.090 metros de altitude, o estádio municipal de El Alto, do clube da primeira divisão boliviana Always Ready, é um dos mais altos do planeta.

O vice-presidente do Always Ready, Andrés Costa, defendeu que "é preciso descartar a altitude, porque não somente prejudicam o Always, mas também prejudicam a população local. Existe o apoio dos dirigentes para seguir jogando em El Alto e vamos defender com unhas e dentes esta situação".

Em 2008, a Fifa decidiu suspender a proibição de disputar partidas internacionais acima dos 2.750 metros do nível do mar, medida tomada meses antes que afetava diretamente importantes cidades do futebol sul-americano, como La Paz e Quito.

rb/jac/am/aam

Mais Esporte