Topo

Esporte


Fifa descarta Copa do Catar-2022 com 48 seleções

2019-05-22T18:13:00

22/05/2019 18h13

Lausana, Suíça, 22 Mai 2019 (AFP) - A Fifa, que pretendia aumentar de 32 para 48 o número de seleções a partir da Copa do Mundo de 2022 no Catar, sediando alguns dos jogos em países vizinhos, anunciou nesta quarta-feira que renunciou ao projeto.

A entidade, que apresentou em maio um estudo de viabilidade para este projeto, havia colocado o aumento do número de seleções na Copa do Mundo como pauta de seu próximo congresso, em junho em Paris, mas explicou que, "nas circunstâncias atuais, tal proposta não poderia ser colocada em prática".

A ampliação das atuais 32 seleções para as 48 desejadas pela Fifa implicava passar de 64 partidas para 80, o que tornava muito provável ter que organizar jogos do Mundial em algum país vizinho do Catar, algo que atualmente é difícil devido ao contexto político dessa região.

Em junho de 2017 o Catar foi objeto de um embargo diplomático e econômico por parte da Arábia Saudita, a grande potência da região, e seus principais aliados nacionais, que acusaram Doha de apoiar grupos islamitas radicais e condenam sua aproximação com o Irã, o grande rival de Riad.

"Após um exaustivo e integral processo de consulta com a participação de todas as partes relevantes interessadas, se chegou à conclusão de que, nas circunstâncias atuais, tal proposta não poderia ser feita agora", explicou a Fifa em um comunicado.

O organismo acrescentou que estudou novamente com a organização catariana a realização do torneio de 48 equipes integralmente no território do Catar reduzindo "certos requisitos chave da Fifa", mas se chegou à conclusão de que "devido à etapa avançada dos preparativos e a necessidade de uma avaliação detalhada do possível impacto logístico no país anfitrião, seria necessário mais tempo e não se poderia tomar uma decisão antes da data limite de junho".

"Por isso, ficou decidido seguir adiante com esta opção, e assim o Mundial de Catar-2022 seguirá o planejamento original com 32 seleções e não será apresentada nenhuma proposta no próximo congresso da Fifa no dia 5 de junho", concluiu o principal dirigente do futebol mundial.

A Copa do Mundo com 48 seleções será disputada pela primeira vez em 2026, em uma edição que será organizada em conjunto por México, Estados Unidos e Canadá.

ebe/dep/mcd/am/aam

Mais Esporte