Topo

Esporte


Neymar chega à Granja Comary de helicóptero e se apresenta à seleção

2019-05-25T16:26:00

25/05/2019 16h26

Teresópolis, Brasil, 25 Mai 2019 (AFP) - Neymar chegou neste sábado à Granja Comary, o centro de treinamento da seleção brasileira em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro para dar início a sua preparação para a Copa América, que será disputada no Brasil.

O atacante do Paris Saint-Germain desembarcou de um grande helicóptero preto com as iniciais "NJR" (de Neymar Júnior).

Os outros oito jogadores que vieram nos dias anteriores chegaram de carro.

Todo vestido de preto, de boné virado ao contrário, ele parou durante alguns instantes para cumprimentar crianças que o esperavam logo na saída do helicóptero e entrou em uma van para se juntar aos companheiros no centro de treinamento.

"A pressão é grande, mas quando o time encaixa junto com a torcida não tem como segurar", afirmou Neymar em um vídeo divulgado pela CBF nas redes sociais.

O atacante lembrou que já viveu momentos difíceis em um campeonato em casa com a derrota humilhante para a Alemanha por 7 a 1 nas semifinais da Copa do Mundo de 2014, apesar de não ter participado por estar com uma lesão nas costas.

Um ano antes ele havia conquistado com a seleção brasileira diante da torcida a Copa das Confederações na qual foi eleito o melhor jogador.

"Eu já joguei duas competições aqui. Já vivi o lado ruim e o lado bom", explicou ele.

Neymar, de 27 anos, era esperado na seleção apenas na terça-feira, junto com os demais colegas de PSG, Thiago Silva, Dani Alves e Marquinhos.

A ausência do atacante foi sentida na quinta durante o treino do PSG, e o técnico Thomas Tuchel afirmou que não havia dispensado o craque.

A temporada de Neymar já havia terminado: ele não podia mais ser escalado para o último jogo do time parisiense na sexta-feira (com derrota de 3 a 1 para o Reims), porque ele tinha que cumprir seu segundo jogo de suspensão de três, por ter dado um soco em um torcedor que o provocava após a final da Copa da França perdida para o Rennes.

O astro da seleção deverá ter uma conversa com o técnico Tite que vai decidir se esse incidente vai lhe custar a braçadeira de capitão.

"Neymar errou. A primeira conversa eu vou ter com ele. (...) Vou falar com o Neymar antes, não por telefone, mas pessoalmente", afirmou Tite ao anunciar a lista dos jogadores convocados para a Copa América, no fim da semana passada.

Grande favorito da Copa América, o Brasil, que conquistou o último título continental em 2007, fará sua estreia no torneio no dia 14 de junho, em São Paulo, na partida de abertura contra a Bolívia.

Antes da competição, a seleção vai disputar dois amistosos, contra o Catar, em 5 de junho em Brasília, e contra Honduras, no dia 9 de junho em Porto Alegre.

lg/dga/aam

Mais Esporte