Topo

Esporte


Uruguai vence Chile e se classifica em primeiro do Grupo C da Copa América

2019-06-24T22:34:00

24/06/2019 22h34

Rio de Janeiro, 25 Jun 2019 (AFP) - O Uruguai venceu o Chile por 1 a 0 nesta segunda-feira no Maracanã e se classificou em primeiro do Grupo C da Copa América para as quartas de final, onde vai enfrentar o Peru.

O gol só saiu aos 37 minutos do segundo tempo em uma cabeçada do atacante Edinson Cavani, após um cruzamento de Jonathan Rodríguez.

O Chile, que terminou em segundo com seis pontos, vai encarar nas quartas a temida Colômbia, que fez uma campanha 100% na fase de grupos ao vencer todos os três jogos.

O chilenos entraram em campo sem Arturo Vidal, mas com Alexis Sánchez, que se recupera de uma lesão no tornozelo. Já o Uruguai contou com seus principais jogadores, inclusive sua poderosa dupla de ataque formada por Edinson Cavani e Luis Suárez.

Uma das novidades foi a entrada do volante Arrascaeta, que conhece bem o Maracanã já que também joga no Flamengo.

Além dessa mudança, com a ida de Lodeiro ao banco, o 'Maestro' Óscar Tabárez tirou o volante ofensivo Lucas Torreira, com problemas estomacais, e deu entrada a Federico Valverde.

Do lado chileno, o técnico Reinaldo Rueda decidiu poupar Vidal para as quartas de final, no momento em que o volante do Barcelona vem sofrendo com dores musculares e além disso poderia cumprir uma suspensão se recebesse um cartão amarelo.

O treinador colombiano decidiu também acionar o zagueiro Gonzalo Jara, que em duelos recentes com o Uruguai causou polêmica ao provocar Cavani e Suárez.

- Duelo equilibrado -Apesar de as duas equipes já terem garantido a classificação para as quartas de final com antecedência, nenhuma das duas entrou em campo acomodada.

Mas o Chile arriscou mais no início do jogo. Aos 6 minutos, a bola sobrou para Sánchez que dominou na esquerda, cortou e soltou a bomba mas a bola subiu demais.

Os chilenos insistiram e aos 10 minutos Sánchez deu um passe de letra para Aránguiz, que disparou de longa distância. Foi a vez do goleiro do Uruguai Muslera aparecer para fazer uma bela defesa.

A primeira chance do Uruguai só veio aos 16 minutos com uma falta cobrada por Arrascaeta. A defesa chilena rebateu e Bentacur tentou aproveitar a sobra mas a bola desviou e foi para escanteio.

Dois minutos depois, nova tentativa. Suárez deixou para Arrascaeta que chutou forte e a bola subiu muito mais uma vez.

Os uruguaios tiveram uma grande chance quando Suarez ficou cara a cara com o gol, driblou Arias, mas o goleiro defendeu.

O Uruguai ficou ligeiramente superior e acordou sua torcida, em minoria no estádio. Mas aos 38 o Chile teve uma chance quando Aránguiz cruzou da direita, mas a bola subiu demais para Hernández concluir.

- Brilha a estrela de Cavani -As seleções voltaram do intervalo criando chances. A primeira foi do Uruguai quando Arrascaeta cobrou escanteio e Godín desviou fraco de cabeça, para a defesa tranquila de Arias.

O Chile respondeu em seguida com Sánchez que girou e chutou a gol mas a bola foi muito alto.

Mas o jogo esfriou, talvez porque as duas seleções não quisessem se desgastar tendo em vista as quartas de final.

Aos 23 minutos, os bicampeões da América quase abriram o placar. Após um cruzamento de Opazo, Díaz cabeceou, e o zagueiro Giménez tirou em cima da linha também de cabeça.

O jogo ficou morno e foi interrompido quando um torcedor invadiu o campo fantasiado de galinha até ser derrubado por Jara e levado para fora.

O gol uruguaio saiu aos 37 minutos do segundo tempo. Suárez tocou na esquerda para Rodríguez, que cruzou na área. Cavani subiu e cabeceou no canto direito, longe do alcance de Arias.

Pouco depois Sánchez recebeu um cruzamento e chutou para o gol, mas Muslera, bem posicionado, segurou.

A vitória dá mais moral ao Uruguai, que havia empatado o segundo jogo com o Japão, além de enfrentar nas quartas o Peru, um adversário teoricamente mais fraco que a Colômbia, próximo rival do Chile.

jm/mcd/aam

Mais Esporte