Topo

Esporte


Piqué é condenado a pagar R$ 9 milhões por fraude fiscal

Piqué, durante vitória do Barcelona sobre o Real Madrid, pela Copa do Rei - Oscar Del Pozo/AFP
Piqué, durante vitória do Barcelona sobre o Real Madrid, pela Copa do Rei Imagem: Oscar Del Pozo/AFP

10/07/2019 07h03

O zagueiro Gerard Piqué, do Barcelona, terá que reembolsar 2,1 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões) à Fazenda espanhola após a confirmação de sua condenação por fraude fiscal na tributação de seus direitos de imagem.

De acordo com a decisão com data de 13 maio, a qual a AFP teve acesso, a Audiência Nacional rejeitou o recurso apresentado pelo jogador espanhol contra a sentença de um tribunal administrativo em 2016 que o obrigava a pagar 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6,4 milhões) de impostos atrasados e uma multa de 600 mil euros (cerca de R$ 2,4 milhões).

O tribunal concluiu na época que Piqué havia "simulado" a cessão dos direitos de imagem a sua empresa Kerad Project, com o objetivo de pagar menos impostos nos anos 2008, 2009 e 2010.

"A omissão da declaração na Espanha de tais rendimentos foi, no mínimo, culposa ou negligente", destacou a Audiência Nacional na decisão de maio.

O jogador ainda pode apresentar uma apelação ao Tribunal Supremo da Espanha.

Mais Esporte