Topo

Esporte


Mais de 280 torcedores são detidos na França após vitória da Argélia na CAN

 Zakaria Abdelkafi/AFP
Imagem: Zakaria Abdelkafi/AFP

Da AFP, em Paris

15/07/2019 16h36

Duzentas e oitenta e duas pessoas foram detidas na noite de ontem em várias cidades da França após incidentes relacionados à comemoração pela classificação da Argélia para a final da Copa Africana de Nações (CAN).

Das 282 pessoas, 249 foram colocadas sob custódia judicial, informou o ministério do Interior.

As detenções estão essencialmente relacionadas com as celebrações pela vitória da Argélia, mas também com o feriado nacional de 14 de julho, indicou o ministério.

Milhares de torcedores da seleção argelina saíram às ruas para celebrar a vitória de 2 a 1 sobre a Nigéria pelas semifinais da CAN 2019. A final, contra Senegal, será disputada na próxima sexta-feira no Cairo.

Incidentes foram registrados em Marselha, Paris e Lyon.

Na região de Paris foram registrados 169 detenções, enquanto em Marselha, que conta com uma grande comunidade de origem argelina, a polícia confirmou que 12 pessoas foram detidas e que oito policiais ficaram levemente feridos nos confrontos.

"Ganharemos, é algo histórico, tahya (viva) a Argélia!", gritavam os torcedores argelinos que invadiram a famosa avenida Champs-Élysées da capital francesa.

Em Lyon houve choques entre torcedores e forças de segurança, além de carros queimados nas ruas. Os bombeiros contabilizaram uma centena de veículos incendiados.

Em Montpellier, no sul da França, onde as comemorações pela classificação argelina para as semifinais acabaram ofuscadas pela morte de uma mulher atropelada por um veículo, muitos torcedores voltaram às ruas.

Em um parque, uma mãe com seus dois filhos comentava: "vou voltar rapidamente para casa, porque isso aqui vai acabar em violência. Olhe! Não há policiais nas ruas para nos proteger. Não interessa para eles e os jovens continuarão (na confusão)".

Mais Esporte