Esporte

Pezão desaba em 15s e Brasil perde todas no UFC Holanda

REUTERS/Michael Kooren
Stefan Struve derrota Antonio Pezão no UFC Holanda Imagem: REUTERS/Michael Kooren

Ag. Fight

08/05/2016 14h28

O card do UFC Holanda, evento realizado neste domingo (8) na cidade de Rotterdam, foi marcado pelo pior aproveitamento possível dos lutadores brasileiros. Com três representantes, o País saiu derrotado em todos os combates e sequer viu algum dos atletas chegarem ao final do tempo previsto  para os duelos.

Antônio ‘Pezão’ já disputou o cinturão do UFC tempos atrás e chegou a se consolidar como um dos principais nomes dos pesos-pesados. No entanto, nos últimos anos o paraibano, proibido de fazer a reposição hormonal de testosterona (TRT), caiu de rendimento de forma colossal. E diante de Stefan Struve, ele pode ter dado seu último passo como profissional de MMA.

Partindo para o ataque logo no início, o brasileiro foi recebido com um direto de encontro, seguido de um gancho no queixo e uma joelhada na barriga. semi-nocauteado, Pezão tentou uma queda mas ficou com a cabeça exposta para as cotoveladas do oponente, que seguiu atacando até que o árbitro interrompesse o duelo. Tudo isso em apenas 15 segundos, a luta mais rápida da história da divisão.

Aos 36 anos, Pezão acumula cinco derrotas, um empate (em duelo onde foi flagrado no exame antidoping após o show) e apenas uma vitória, o que o coloca em situação cada vez mais complicada na organização.

“Passei por uma semana horrível, Quero dedicar esse momento ao Jordan, meu parceiro de treino que faleceu nessa semana”, bradou no microfone o holandês vitorioso, que segue firme rumo ao top 10 da divisão.

Briga de ex-parceiros de treino

O duelo entre os pesos-pesados Alistair Overeem e Andrei Arlovski liderou o card deste domingo e, diante da torcida holandesa, o dono da casa não decepcionou e impôs seu jogo mais refinado, apesar de ter sido pressionado nos instantes iniciais do confronto. Veloz, Arlovski imprimiu o ritmo e buscou a média distância para fugir dos chutes e joelhadas do rival.

No entanto, Overeem surpreendeu e derrubou, de onde castigou no ground and pound e abriu caminho para cansar o oponente que, já no segundo assalto, diminuiu o ritmo. A partir daí, a técnica mais apurada em pé garantiu golpes de saída, como o cruzado de esquerda após o chute lateral que garantiu um knock down, rapidamente complementado com fortes golpes no chão para liquidar o quarto triunfo seguido do holandês.

"Nós vamos pegar esse cinturão em novembro. Werdum ou Stipe [Miocic], quem for o melhor, quero o vencedor deles. E depois vou defender meu cinturão aqui", gritou o vencedor, para delírio da torcida local.

Derrotas brasileiras

Atleta da equipe Nova União, Francimar ‘Bodão’ não viu a corda a bola diante do ucraniano Nikita Krylov. Melhor em pé e com boas defesas de queda, o europeu minou o brasileiro desde o começo e aproveitou sua ansiedade para derrubar, pegar as costas e finalizar com um justo estrangulamento logo no segundo assalto.

Antes dele, seu parceiro de time Yan Cabral também não rendeu e, apesar de vencer o primeiro assalto, acabou superado pelo iraniano Reza Madadi. Mais cansado do que o oponente, o carioca perdeu a explosão necessária para derrubar a partir do segundo assalto e se tornou uma presa. No terceiro e último assalto, um derradeiro nocaute carimbou sua segunda derrota seguida na organização.

Amigo de McGregor dá show

Gunnar Nelson tirou onda neste sábado e se redimiu da derrota sofrida para Demian Maia em sua última apresentação. Diante de Albert Tumenov, o islandês repetiu a dose durante os dois rounds disputados quando, depois de trocar alguns golpes em pé, derrubou montou e bateu como quis. No final do segundo assalto, o parceiro de treinos de Conor McGregor aproveitou o vacilo do russo e finalizou com um justo estrangulamento em mais uma atuação de gala em sua carreira.

Confira os resultados do UFC Holanda:

Alistair Overeem nocauteou Andrei Arlovski no 2º round;
Stefan Struve nocauteou Antônio ‘Pezão’ Silva no 1º round;
Gunnar Nelson finalizou Albert Tumenov no 2º round;
Germaine de Randamie nocauteou Anna Elmose no 1º round;
Nikita Krylov finalizou Francimar ‘Bodão’ Barroso no 2º round;
Karolina Kowalkiewicz venceu Heather Jo Clark por decisão unânime;
Rustam Khabilov venceu  Chris Wade por decisão unânime;
Magnus Cedenblad nocauteou Garreth McLellan no 2º round;
Josh Emmett venceu Jon Tuck por decisão dividida;
Reza Madadi nocauteou Yan Cabral no 3º round;
Kyoji Horiguchi venceu Neil Seery por decisão unânime;
Leon Edwards venceu Dominic Waters por decisão unânime;
Ulka Sasaki finalizou Willie Gates no 2º round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo