Esporte

Treinador de Dos Anjos usa "tempo de estrada" para estudar rival

03/07/2016 09h00

Rafael dos Anjos vai enfrentar Eddie Alvarez no UFC Fight Night 90 - Diego Ribas

Rafael dos Anjos vai enfrentar Eddie Alvarez no UFC Fight Night 90 – Diego Ribas

Os números são parecidos. Com pouco mais de 30 anos e de 30 lutas na carreira, Rafael dos Anjos e Eddie Alvarez duelam pelo cinturão dos pesos-leves (70 kg) no próximo dia 7 de julho, em Las Vegas (EUA). A disputa, por sinal, coloca dois dos maiores vencedores da divisão dos últimos anos e que, em franca ascensão, poucas falhas apresentam no octógono. E ao menos do lado brasileiro, cabe a Rafael Cordeiro analisar e encontrar tais brechas que possam levar seu pupilo à vitória. E o trabalho já foi feito.

Sem revelar os detalhes, o treinador de Dos Anjos garantiu que estudou o adversário americano e que a extensão do material favoreceu na pesquisa e análise. E uma vez feito feito o trabalho, seu pupilo se preparou para qualquer situação possível.

“Eu procuro analisar toda a historia do adversário, não apenas as últimas lutas, mas um todo de sua carreira. O Alvarez é um atleta que está na estrada faz muito tempo e isso faz ele ter momentos bons e ruins. E tudo é analisado. Ele tem sua característica de andar para frente e gostar de trocar para as vezes agarrar. Vamos explorar todos esse momentos para buscar a vitória”, narrou Cordeiro, eleito melhor treinador de MMA do mundo na temporada passada, em conversa com a reportagem da Ag. Fight.

Mas, verdade seja dita, a extensão do currículo do brasileiro é similar à do rival. E para evitar que a previsibilidade ajude na hora de traçar um plano de luta para vencer o Dos Anjos, o treinador aposta em certos detalhes. Entre eles, em especial, o intercâmbio e busca de conhecimentos em academias diferentes serve como uma forma de renovar as expectativas.

“Quando eu fui para o Brasil, ele ficou se preparando por lá para atingir sempre o seu máximo. Foi um bom tempo de 20 dias que só agregou ao nosso trabalho. Te digo que a cada luta o Rafael está atingindo cada vez mais experiência e não vejo ninguém nessa categoria com mais vontade do que ele de se manter campeão por mais tempo na história”, garantiu, antes de revelar outro importante detalhe.

Assim como Fabrício Werdum, companheiro de treino de RDA, o campeão dos leves chegou em Las Vegas mais cedo do que de costume. Com nove dias de antecedência, o brasileiro, que mora em Los Angeles, no estado americano da Califórnia, poderá se acostumar ao clima e, assim, render melhor no octógono. Afinal, é nos detalhes que se molda um campeão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo