Esporte

St-Pierre critica contrato de atletas com UFC: "Lutam por amendoins"

AP Photo/Isaac Brekken
Georges St-Pierre falou que atletas não olham contratos do UFC por empolgação com a organização Imagem: AP Photo/Isaac Brekken

Ag. Fight

05/07/2016 05h00

Georges St-Pierre gerou burburinho no mundo do MMA depois de revelar que está em negociação para retornar ao UFC. Esse foi o primeiro sinal de que o canadense estaria disposto a colocar um fim ao seu recesso de três anos dos octógonos e voltar a competir em alto núvel. Mesmo com toda essa vontade para retornar, o ex-campeão dos meio-médios (77 kg) revelou que não tem pressa de terminar essa conversa com o Ultimate. Até porque, para ele, o que importa é que tudo seja feito de maneira justa e correta, principalmente com relação a remuneração financeira.

Em entrevista ao programa ‘MMA Hour’, o canadense revelou que um dos maiores problemas do UFC na atualidade é a diferença de pagamento entre os atletas. Para ele, isso só acontece porque os lutadores tem pressa de fechar o contrato e aceitam qualquer valor que lhes é imposto, prejudicando quem quer ganhar um pouco mais da organização.

“É desse jeito que se negocia com eles. Esse é o maior problema dos caras que reclamam que não ganham muito. Isso acontece porque eles assinam qualquer coisa. Ele deixam a emoção tomar conta e assinam qualquer coisa que é oferecida. Eles vão acabar lutando por amendoins. Você não quer fazer isso. Se você faz isso, você acaba prejudicando os outros lutadores que querem ganhar mais” esclareceu.

Ainda sobre o assunto da disparidade de valores, St-Pierre diz que isso é algo vantajoso para o UFC. De acordo com ele, com cada vez que os atletas aceitarem serem pagos por valores menores, a organização não se esforçará para trazer lutadores que pedem por remunerações maiores. O canadense aproveitou para alertar a nova geração de atletas sobre o fato de não aceitar qualquer remuneração imposta.

“Por que eles pagariam mais para alguns caras, sendo que eles podem conseguir outros quase de graça? Entende o que eu digo? Como parceiros, eu acho que esses lutadores deveriam ficar mais atentos sobre isso. É uma coisa importante”, finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo