Esporte

Roy Nelson perde em decisão dividida e volta a flertar com aposentadoria

Ag. Fight

07/07/2016 21h29

O card principal do UFC Fight Night 90, evento realizado nesta quinta-feira (7), foi, assim como a parte preliminar da noite de lutas montada no Hotel Cassino MGM, marcada por disputas surpreendentemente agressivas, sangrentas e movimentadas. E com três disputas com sabor de aperitivo antes da segunda defesa de cinturão dos pesos leves (70 kg) do brasileiro Rafael dos Anjos, seis lutadores levantaram a torcida.

Destaque para o gordinho Roy Nelson que, apesar dos 40 anos e da forma física completamente impensável para um atleta profissional, segue exibindo carisma de sobra para com a torcida. Mas não com o mesmo desempenho dentro do cage, tanto que acabou superado por Derrick Lewis, naquela que foi sua oitava sexta derrota em oito apresentações.

Mais atlético e veloz, Derrick foi superior no primeiro momento e puniu com golpes no clinche, além de abusar das sequências de cruzados no veterano, que se limitou a sobreviver e a buscar quedas – até então suas únicas armas de fato eficazes. Supremacia que ajudou os árbitros na hora de pontuar a primeira etapa.

Mas a partir do segundo assalto ficou claro que o ‘Besta Negra’ gastou todo o combustível nos cinco primeiros minutos e, sem pressão, se tornou um alvo fixo no octógono. Experiente, o veterano pançudo conseguiu clinchar e derrubar mais, o que foi o suficiente para empatar a disputa nas papeletas.

No terceiro e último round, como se tornou frequente entre os pesos-pesados, o preparo físico deixava a desejar. De de um lado Derrick, sem energia, não fazia nada, do outro o rival tentava garantir o mínimo necessário para levar para casa mais um triunfo. No entanto, uma sequência contundente nos últimos segundos garantiu o resultado por decisão unânime para o ‘Besta Negra’. E a torcida vaiou em apoio a Roy Nelson, claro, o gordinho mais querido do MMA.

Sangue e suor

Alan Jouban e Belal Muhammad travaram um dos combates mais imprevisíveis do ano. Enquanto o americano imprimiu um verdadeiro passeio nos primeiros rounds, o libanês de queixo duro resistiu a três knockdowns, levantou e correu atrás. Menos cansado (afinal, bater também demanda energia), o atleta visitante acelerou o ritmo e por pouco não vira a disputa, que deixou todos os presentes de pé.

No entanto, apesar da vibração dos torcedores, os juízes foram unânimes em apontar o triunfo por decisão unânime do americano. Mesmo assim, Muhammad deixou a o MGM apklaudido de pé, e com o nariz sangrando.

Show irlandês

Uma das grandes promessas do MMA irlandês, Joseph Duffy deu novo show no octógono. Disposto a mostrar que a derrota contundente para Dustin Poirier em janeiro tinha sido apenas um tropeço em sua carreira, o peso-leve (70 kg) descontou como pôde no pobre Mitch Clarke. Sem ver a cor da bola, o americano pagou caro. E rápido.

Logo em uma das primeiras movimentações, Clarke arriscou um cruzado de esquerda com a mão da frente e, ao estender demais o movimento, se tornou um presa fácil para o rival que, com larga vantagem de envergadura, conectou um direto por cima de seu ombro e o levou a knockdown em poucos segundos. No chão, em questão de segundos Duffy passou para as costas e deu cabo da situação com um justo estrangulamento.

Confira o card do UFC Fight Night 90:

Derrick Lewis venceu Roy Nelson por decisão dividia;
Alan Jouban venceu Belal Muhammad por decisão unânime.
Joseph Duffy finalizou Mitch Clarke no 1º round;
Alberto Mina nocauteou Mike Pyleno 2º round;
John Makdessi venceu Mehdi Baghdad por decisão unânime;
Anthony Birchak venceu Dileno Lopes por decisão dividida;
Pedro Munhoz finalizou Russell Doane no 1ª round;
Felipe 'Sertanejo' finalizou Jerrod Sanders no 2º round;
Gilbert 'Durinho' finalizou ?ukasz Sajewski no 1º round;
Marco Beltrán finalizou Reginaldo Vieira no 2º round;
Vicente Luque finalizou Alvaro Herrera no 2º round;

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo