Esporte

Spider recusa peso combinado e revela que fez apenas um sparring para o UFC 200

08/07/2016 04h00

Anderson Silva era só sorrisos ao aceitar o duelo no UFC 200 - Rigel Salazar

Anderson Silva era só sorrisos ao aceitar o duelo no UFC 200 – Rigel Salazar

Coragem é o que não faltou para Anderson Silva aceitar o desafio de subir de categoria para enfrentar o campeão dos meio-pesados (93 kg) Daniel Cormier. Aos 41 anos, sem vencer uma luta oficialmente desde outubro de 2012 e escalado para o duelo apenas dois dias antes do confronto, o Spider tem motivos de sobra para ser o azarão. Mas se engana quem pensa que ele aceitou o pior dos cenários.

De acordo com Dana White, presidente do UFC, Daniel Cormier, talvez motivado pelo stress de ver sua luta com Jon Jones ser cancelada e passar pela incerteza de que iria se apresentar no evento de número 200 da organização, pediu para que a disputa fosse realizada um pouco acima de sua divisão dos meio-pesados (93 kg). Nada feito.

“Ele queria que eu negociasse que a luta fosse até 210 pounds (cerca de 95,5 kg), e eu sabia que o Anderson não aceitaria. O Cormier pediu para eu apenas perguntar, e o Anderson disse não”, narrou sorridente o cartola durante a coletiva de imprensa realizada para apresentar o brasileiro como reforço de luxo ao show deste sábado (9).

No entanto, verdade seja dita, o brasileiro não treinou como deveria para a disputa. Sem lutar desde fevereiro, Anderson estava escalado para o UFC Curitiba, em maio, mas uma inflamação na vesícula, que precisou de intervenção cirúrgica, o afastou do evento. E se isso não bastasse, o curitibano fez apenas uma sessão de sparring para encarar o campeão linear dos meio-pesados.

“Eu nunca parei de treinar, na verdade. Mas treinar mesmo eu não estava, até porque eu não imaginava que iria lutar. Mas se você quer a paz, você tem que estar preparado para guerra. até porquê eu estava curtindo esse tempo com minha família. Fiz apenas um treino de sparring de boxe ontem (quarta) a noite”, garantiu o veterano, dando de ombros quanto à possibilidade de poder se apresentar abaixo do esperado.

Flagrado no exame antidoping, Jon Jones, adversário original para o duelo contra Cormier, foi retirado do card após ter sido flagrado em um exame antidoping. O lutador segue no aguardo do resultado da contraprova para saber se será punido pela Comissão Atlética de Nevada.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo