Esporte

'Mutante' desafia vice do TUF e revela que não trabalha mais com Belfort

Ag. Fight

12/07/2016 03h00

Cezar 'Mutante' venceu sua segunda luta seguida no UFC - Diego Ribas

Cezar ‘Mutante’ venceu sua segunda luta seguida no UFC – Diego Ribas

Participar da ‘Semana Internacional de Lutas’ do UFC é algo que rende grande visibilidade para os lutadores escalados para os shows de julho. E Cezar ‘Mutante’ foi um dos atletas que marcou presença ao conseguiu embalar a segunda vitória seguida na organização ao vencer Anthony Smith por decisão dos árbitros na última sexta-feira (8), noite que contou com Claudia Gadelha x Joanna J?drzejczyk como luta principal. E ao ver o número de jornalista ao seu redor, o brasileiro mão perdeu em tempo em se promover.

Após o combate, Cezar conversou contou quais são os próximos planos dentro do UFC e, de acordo com ele, bater Anthony Smith é algo que significa muito em sua carreira, já que o americano tem três vezes mais quantidade de lutas que o brasileiro. Mas, mesmo enaltecendo o adversário, Mutante pediu para alçar voos mais altos e medir forças contra adversários mais expressivos. E um deles já está em sua mira.

“Eu trabalhei muito duro durante esse ano, minhas duas últimas lutas foram lutas muito difíceis onde eu enfrentei dois monstros gigantes. Agora eu acho que é hora de ter uma luta mais fácil, eu quero ganhar dinheiro mais fácil dessa vez e por isso eu quero o Uriah Hall. Essa é a luta que eu quero. Alguns caras estão no TOP 10 mesmo sem merecer e eu tenho certeza que eu posso acabar com ele no primeiro round. O UFC tem os melhores lutadores do mundo. Anthony Smith é um cara muito duro, ele está num nível muito alto e está invicto por oito lutas. Ele tem três vezes mais lutas do que eu tenho em toda a minha carreira e eu fico muito feliz em poder bater ele. Eu trabalhei tão duro durante esse ano que ganhar essa luta é como um presente. Eu quero lutar com o Uriah o quanto antes. Quanto antes melhor. Pode até ser na semana que vem!”, brincou o brasileiro.

Mutante enfrentou uma fase difícil durante sua carreira quando precisou se submeter a uma cirurgia na coluna. A recuperação foi complicada e chegou até a desanimar o lutador, que confessou ter pensado em abandonar o esporte por medo de não conseguir apresentar bons desempenhos. Cezar ainda conta que sentiu muita dificuldade em voltar aos treinos e à sua rotina normal, mas que sua família e seus filhos foram o maior incentivo para seguir em frente.

“Eu me sinto muito melhor, como eu disse antes. Eu passei por uma cirurgia e eu tentei de tudo para ter meu desempenho de volta. Eu queria ir para a academia treinar mas eu não podia. Eu voltava para casa chorando porque eu não conseguia nem mesmo fazer sombra de boxe. Aconteceu muita coisa e eu pensei em parar, senti que eu não ia conseguir fazer mais isso, que meu corpo não ia conseguir. Mas uma voz interna me dizia que eu tinha que continuar porque não tinha outra coisa para eu fazer pela minha família, isso é tudo que eu sei. E eu estou orgulhoso que eu continuei na luta, persisti e hoje estou aqui conversando com vocês”, conta emocionado.

Outra mudança relatada pelo brasileiro foi a troca do seu empresário. Cezar era assessorado pelo também lutador Vitor Belfort e, recentemente, optou por cuidar da sua imagem e negociação de contratos. Apesar de ter feito essa mudança, Mutante garante que os dois ainda são muito amigos e que o lugar que Vitor ocupa em sua vida vai além dos negócios. De acordo com ele, o lutador faz parte de sua família e, independente dos rumos que sua vida tome, Belfort vai continuar sempre sendo seu amigo.

“Você não pode ter medo de fazer algumas mudanças na vida e eu mudei muita coisa. Mudei meu empresário, virei meu próprio empresário, fui para uma equipe nova, ganhei um corpo novo. Eu me sinto como um faixa branca indo para a academia agora, sabe? Tudo novo! O Vitor Belfort é um caso diferente. Ele é parte da minha carreira. Mesmo que eu pare de lutar, que tudo mude na minha vida, ele vai continuar sendo meu amigo. Ele é da minha família, nós treinamos juntos, nossos filhos brincam juntos. Mas ele não é mais meu empresário, só continuamos treinando juntos”, finalizou.

 

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo