Esporte

'Thominhas' revela que pensa em derrota todos os dias: "Tem que ser a minha motivação"

12/07/2016 09h00

Thomas Almeida foi derrotado em sua última apresentação - Diego Ribas

Thomas Almeida foi derrotado em sua última apresentação – Diego Ribas

No último dia 29 de maio, Thomas Almeida amargou a primeira derrota da carreira ao ser nocauteado por Cody Garbrandt. E pouco mais de um mês depois, já de volta aos treinamentos, o brasileiro garantiu que superou o revés para o americano. No entanto, ‘Thominhas’ revelou que ainda pensa no combate diariamente e que essa tem sido a sua maior motivação para treinar ainda mais duro.

Em conversa com a reportagem da Ag. Fight durante o UFC Fight Night 90, evento que foi realizado na última quinta-feira (7) em Las Vegas (EUA), Thominhas contou que vem encontrando forças justamente na única derrota da carreira para seguir em frente com o seu objetivo de se tornar campeão dos galos (61 kg) do Ultimate.

“Sim, já superei, mas penso na derrota todo dia. Acho que essa tem que ser a minha motivação para trabalhar mais duro, mais forte e mais focado. Tenho que ver o que eu errei ali para que não aconteça de novo. E continuar na busca do título. Esse é o meu objetivo e eu vou atrás não importa o que seja”, afirmou.

Após ser dominado por Cody ‘No Love’ desde o início do duelo e ser nocauteado ainda no primeiro assalto, Thominhas garantiu que tinha plena consciência de que alguma hora seria derrotado. De acordo com o brasileiro, todas as lições possíveis foram tiradas da luta em que “tudo deu um pouco errado”.

“Foi muito difícil pra mim porque eu me preparei muito para aquela luta, ia ser um grande passo na minha carreira. Mas como eu falo, o meu objetivo não é ficar invicto e sim ser campeão da categoria. E eu sabia que ia passar por momentos difíceis para me dar mais valor e voltar ainda mais forte. Então a lição que eu tirei foi essa: treinar cada vez mais, com mais foco. Não consigo apontar um erro pontual. Acho que tudo deu um pouco errado”, analisou.

Natural de São Paulo, Thominhas começou a lutar MMA profissionalmente em 2011. Com apenas 24 anos de idade, o brasileiro coleciona na carreira um cartel com 21 vitórias e somente uma derrota – justamente para Cody Garbrandt.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo