Esporte

Após demissão do UFC, 'Feijão' evita falar sobre briga em boate e revela propostas

Ag. Fight

13/07/2016 10h32

Rafael 'Feijão' está na pior fase da carreira e coleciona derrotas desde que entrou no UFC. Sem duelo marcado e ameaçado de corte, o meio-pesado (93 kg) precisa urgentemente voltar a vencer - Diego Ribas

Tranquilo com a demissão do UFC, Rafael Feijão já tem novos planos para lutar – Diego Ribas

Rafael ‘Feijão’ foi um dos lutadores brasileiros que sentiu na pele a impaciência do RH do UFC. Com um cartel recheado de vitórias e ex-campeão meio-pesado (93 kg) do extinto Strikeforce, ele não conseguiu desenvolver o mesmo desempenho dentro do octógono mais famoso do mundo. Contabilizando apenas uma vitória dentro da organização, o brasileiro embalou uma sequência de três derrotas que acabou culminando na sua demissão do evento. Para piorar, recentemente Rafael viu seu nome ser relacionado a um episódio negativo para sua carreira.

Noticiado apenas por veículos locais, o lutador se envolveu em uma briga dentro de uma boate em Cuiabá para supostamente defender uma amiga das investidas abusivas de um rapaz e acabou parando na delegacia.

Em entrevista exclusiva à Ag. Fight, Feijão preferiu não comentar muito sobre a briga. Dando a entender que em episódios onde se tem um lutador presente, a culpa sempre acaba caindo no colo deles, o paulista se defendeu e disse que prefere não se envolver ainda mais no assunto.

“Relacionado a essa suposta briga, sempre quando você está em evidência, muita gente fala muita coisa. Por isso que eu nem me envolvo. Cada um faz a sua parte na empresa e essa parte quem fez foi meu advogado. Ele foi lá e fez tudo da forma que ele achou melhor. Nessa parte eu nunca me envolvo, quando é relacionado a assuntos que eu não tenho domínio. Então, eu prefiro nem comentar. Mas o que aconteceu foi isso, a gente estava juntos ali e teve um probleminha, mas sempre vão falar que o lutador que estava perto é quem gerou o problema. Mas eu estou bem protegido contra isso e já foi tudo resolvido”, esclareceu o lutador.

Quando questionado sobre como recebeu a notícia da demissão do evento, Rafael foi bem tranquilo. Para ele o desligamento do UFC já era algo esperado por conta do seu mal desempenho dentro da organização. O paulista ainda revelou que recebeu uma proposta para ajustar seu contrato e permanecer no evento, mas não achou que era algo interessante e preferiu se desligar.

“Eu já estava meio que esperando porque no UFC quando um atleta vem de três derrotas seguidas geralmente isso acontece. Eles me fizeram uma proposta antes disso acontecer para uma nova luta e para ajuste de contrato, mas eu não achei interessante e aí fui desligado. Agora eu estou fazendo a minha parte que é ficar preparado. Estou treinando bastante, estou me mantendo pronto para que na hora que surgir a oportunidade eu estar pronto para pegar a luta”, contou o brasileiro.

Buscando levar a vida fora do Ultimate, Feijão contou quais são seus planos para o futuro. O lutador disse que recebeu propostas de outros eventos e está analisando tudo juntamente com sua equipe para tomar a melhor decisão. Mas uma coisa Rafael deixou claro: nada de aposentadoria por enquanto.

“Eu já recebi algumas propostas e eu e meu time todo estamos analisando, mas com certeza eu não vou me aposentar agora. Eu acho que eu tenho muita lenha para queimar ainda. Já estou me preparando, estou ficando com o meu corpo pronto para quando for decidido onde eu vou trabalhar, eu já estar pronto. Eu espero fazer uma luta esse ano ainda”, finalizou.

Rafael Feijão está sem aparecer nos octógonos desde fevereiro deste ano. Na ocasião, o brasileiro foi dominado durante os cinco rounds e perdeu por decisão unânime dos juízes por Ovince St. Preux. O lutador foi demitido da organização em março, juntamente com o compatriota Daniel Serafian.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo