Esporte

Organização aceita recurso e altera resultado de Maldonado x Fedor

Ag. Fight

15/07/2016 12h36

Fedor Emelianenko e Fabio Maldonado travaram uma verdadeira guerra - Reprodução/BandSports

Fedor Emelianenko e Fabio Maldonado travaram uma verdadeira guerra – Reprodução/BandSports

Fabio Maldonado não perdeu para Fedor Emelianenko. Ao menos essa foi a decisão tomada pela Associação Mundial de MMA (WMMAA, na sigla em inglês), que atua acima da União Russa de MMA, organização que foi responsável pelo Fight Nights 50, realizado em 17 de junho, em São Petersburgo, na Rússia. A oficialização veio nesta sexta-feira (15) e foi divulgada no site da WMMAA.

“É a decisão final tomada pela WMMAA, está no site deles e fui oficializado por e-mail. Agora é só esperar a Federação Russa se manifestar e o promotor do evento enviar para o Sherdog, mas é a decisão final”, afirmou Stefano Sartori, empresário de Maldonado, em entrevista à Ag. Fight.

“O principal argumento foi que todos os juízes eram russos, alguns eram parceiros de treinos do Fedor e que o Fedor é o presidente da Federação Russa, o que gera um conflito de interesses absurdo para a luta dele ser julgada pela federação que ele preside. O pessoal aceitou e hoje chegou a oficialização da troca do resultado para empate, o que é o mais justo para mim”, completou.

O comunicado da entidade admite que houve conflito de interesses por Radmir Gabdullin, amigo pessoal de Fedor, chefiar a pontuação do embate. Além disso, a WMMAA também reconhece que foi um erro a Federação Russa negar o pedido de revisão que foi feito anteriormente a ela pelo empresário de Maldonado.

Também em contato com a Ag. Fight, Maldonado comemorou bem ao seu estilo a mudança de resultado. Apesar de admitir que ficou bem mais tranquilo agora, o ex-UFC negou ter guardado rancor dos juízes laterais ou de alguém da organização do evento.

“‘Fião’, estou felizão. Queria levantar a mão na hora H, mas realmente é um reconhecimento… Sei lá. Melhor do que ter mais uma derrota no cartel. A hora que acabou a luta, ali no octógono ou na coletiva eu não tinha nenhum sentimento de raiva ou injustiça. Eu só tinha que agradecer aos russos. Pela fase que eu estava, vindo de duas derrotas e poder lutar com o melhor de todos os tempos, só agradeci”, disse o ‘Caipira de Aço’.

A alteração de uma luta que foi julgada por juízes no ato dela pode abrir precedentes para outros atletas que se sintam prejudicados correrem atrás de seus interesses. Isso poderia gerar um ‘tapetão’ do MMA, e Sartori concorda. Entretanto, o empresário não acredita que outro duelo terão as mesmas características que Fedor x Maldonado.
 
“Acredito que podemos analisar por esse lado. Com certeza abre um precedente maior para que atletas que se sintiram prejudicados, principalmente em eventos abaixo da WMMAA, sintam-se mais à vontade para protestar. Mas acho difícil ter em outra luta uma particularidade como essa de conflito de interesses. O principal deste caso é que o Fedor é presidente da União Russa de MMA e todos os juízes laterais pertenciam a essa entidade. Dificilmente a União Russa de MMA cometerá outro erro como esse”, concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo