Esporte

Nutricionista das estrelas aponta suplementos contaminados como "desculpa" para doping de Jones

18/07/2016 16h52

Mike Dolce agora também trabalha com Carlos Condit - Diego Ribas

Mike Dolce não receita uso de suplementos para seus atletas – Diego Ribas

Depois de ser retirado do card do UFC 200 por falhar no exame antidoping, Jon Jones e seu empresário, Malki Kawa foram a público para negar qualquer tipo de consumo consciente de substâncias ilícitas por parte do lutador. Durante entrevista ao podcast ‘The MMA Hour’, Kawa ainda aproveitou para culpar os suplementos usados pelo atleta, alegando que todos eram feitos em farmácias de manipulação especializadas e que poderiam ter sido contaminados. Na ocasião, o agente chegou a revelar que havia levado os produtos para serem testados, afim de explicar e comprovar o uso acidental das substâncias.

O exame que flagrou Bones foi realizado no dia 16 de junho deste ano, período considerado fora de competição de acordo com as regras da USADA (agência antidopagem norte-americana), fato esse que não exime o atleta da culpa e muito menos de passar por todo o processo do julgamento. As substâncias responsáveis por tirar Jones da competição foram reveladas pelo órgão nesta segunda-feira (18). Os exames testaram positivo para bloqueadores de estrogênio, geralmente usados para mascarar um uso anterior de excesso de testosterona, tradicional hormônio ministrado para desenvolver um aumento de performance nos atletas.

Em entrevista para o podcast, o nutricionista queridinho dos lutadores, Mike Dolce, revelou que culpar os suplementos não é uma boa saída para Jon Jones. De acordo com ele, os suplementos trazem mais problemas do que benefícios e devem ser evitados principalmente se você for um atleta considerado de alto rendimento.

“Não existe desculpa. Principalmente quando se trata da elite. Nós estamos falando de milhões de dólares contra um scoop de R$ 65,00 cheio de sucralose que não vai melhorar em nada a performance do atleta. E eu ainda digo que existem suplementos por aí que são intencionalmente adulterados, onde os donos das lojas sabem e meio que mentem e deixam eles nas prateleiras”, revelou.

Quando Malki culpou os suplementos de Jones mesmo sem ter provas, a empresa responsável pelo patrocínio e fornecimento dos produtos para o atleta se manifestou ao jornal americano ‘USA Today’, dizendo que nenhum dos exemplares produzidos por eles são contaminados. Mesmo sem conhecer os suplementos usados pelo ex-campeão, Mike Dolce revelou que nenhum atleta precisa deles para recuperar seus músculos ou até mesmo melhorar sua nutrição. De acordo com a sua filosofia de trabalho, um aumento de performance só é obtido por meio de uma série de atitudes que devem ser tomadas pelos atletas.

“Nós não precisamos de suplementos. Você deveria obter toda a sua nutrição através da comida, de um estilo de vida adequado, de uma periodização bem montada, um treinamento inteligente, um descanso adequado e sem grandes períodos de estresse. É dessa forma que você consegue ter uma performance otimizada. É desse jeito que se deve trabalhar com atletas do alto escalão do esporte”, finalizou.

Mike Dolce é conhecido por ter desenvolvido trabalhos específicos para grandes nomes do MMA. Ronda Rousey, Chael Sonnen e Thiago ‘Pitbull’ são alguns dos atletas que receberam as orientações do nutricionista e seguiram seu estilo de alimentação mais regrado e aliado a boas práticas durante a vida fora do octógono.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo