Esporte

Ex-rival de Jones ataca: "Diga a verdade ao mundo"

19/07/2016 11h15

Jon Jones derrotou Ovince St Preux por pontos em abril - Diego Ribas

Jon Jones derrotou Ovince St Preux por pontos em abril – Diego Ribas

Completando 28 anos nesta terça-feira (19), Jon Jones vive um dos momentos mais delicados de sua carreira. Depois de ser suspenso em 2015 por causar um acidente automobilístico, Bones parecia estar perto de retomar de vez sua carreira quando, três dias antes do UFC 200, ele foi flagrado no exame antidoping e teve que abandonar o duelo contra Daniel Cormier.

Mas antes de DC, Bones já havia retornado ao octógono diante de Ovince St. Preux, em abril, quando venceu por decisão unânime dos juízes. E ao ficar sabendo do doping do americano, o haitiano não teve dúvidas em questionar a legitimidade do triunfo do seu ex-rival. Em um comunicado enviado ao site ‘MMA Fighting’, o atleta fez questionamentos como desde quando Jones estaria usando drogas ilícitas ou se ele teria lutado contra OSP também utilizando a substância.

“No dia 18 de junho, Jon Jones foi flagrado usando drogas destinadas a pós-ciclo terapêutico. Isso significa que ele estava tomando algum tipo de droga para melhorar seu rendimento antes desta data. As únicas questões reais para mim são: Quando ele começou com isso? Foi antes ou depois de lutar comigo?”, questionou o haitiano, antes de pedir para que Bones revela a verdadeira história ao mundo.

“Não existem muitas pessoas que podem responder essas questões, mas Jon Jones é uma dessas. Então, estou perguntando: Quando você começou a tomar drogas de alto rendimento, Jon? Eu queria lutar com o melhor lutador do mundo, mas não assinei para lutar com um trapaceador. Então, seja uma pessoa correta e diga a todos nós a verdade completa. Nós todos sabemos que você estava usando drogas porque você foi pego. Apenas diga ao mundo a verdade”, pediu St. Preux.

Desde que saiu o resultado do exame antidoping, Jon Jones vem pregando inocência no caso. O americano afirmou não saber que os suplementos que tomava continham bloqueadores de estrogênio, substância encontrada no sangue do lutador. Sem Bones, quem acabou assumindo a responsabilidade de enfrentar DC dois dias antes do UFC 200 foi o brasileiro Anderson Silva, que perdeu por pontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo