Esporte

Após afundamento do crânio, Cyborg planeja retorno em seis meses

20/07/2016 12h18

'Cyborg' sofreu uma fratura no crânio no Bellator 158 - Reprodução/Acervo Pessoal

‘Cyborg’ sofreu uma fratura no crânio no Bellator 158 – Reprodução/Acervo Pessoal

Evangelista ‘Cyborg’ dos Santos protagonizou uma das lesões mais impressionantes do MMA mundial. Após receber uma joelhada voadora do seu adversário Michael Page no último sábado (16), o brasileiro teve os ossos do crânio fraturados e chocou ao divulgar uma foto com a região amassada. Mesmo com a grave lesão, o brasileiro insiste em dizer que está muito bem e já planeja sua volta ao cage do Bellator dentro de seis meses.

Cyborg ainda vai precisar voar de Londres, local onde aconteceu o evento, para os Estados Unidos para passar por uma cirurgia na cabeça. O lutador recebeu muito apoio nas redes sociais após algumas pessoas noticiarem que ele corria risco de morte. Mesmo com tudo isso, o brasileiro quer deixar bem claro ao mundo todo e principalmente para os seus fãs de que está bem e que nada demais aconteceu.

Em entrevista ao site americano ‘MMA Junkie’, Cyborg reclamou que as pessoas exageraram demais ao relatar seu caso. O lutador ainda aproveitou para deixar claro que só sentiu dor por causa da fratura, mas que em nenhum momento teve convulsões ou tontura, sintomas que caracterizariam um dano mais sério no cérebro.

“As pessoas exageram demais. Eu estou bem. Eu optei por fazer minha cirurgia em Houston. Nada aconteceu. Eu só fui nocauteado. Eu só senti dor por causa da fratura. Em nenhum momento eu tive convulsões ou tontura. Aquilo foi um nocaute. E isso foi uma fratura. Isso não afetou meu cérebro, tudo está perfeitamente bem. As pessoas são loucas. Eu não preciso de nada. Em nenhum momento o Bellator se recusou a me ajudar. A boa notícia é que eu farei jus ao meu apelido de Cyborg e voltarei em seis meses. Nada foi afetado no meu cérebro. Daqui pra frente eu vou ter uma cabeça mais dura ainda. Eu vou ser um Cyborg literalmente. Obrigado a todos pela preocupação”, garantiu o lutador.

Após algumas postagens nas redes sociais pedirem ajuda financeira para custear os gastos que Cyborg provavelmente teria com a cirurgia e o transporte para os Estados Unidos, o Bellator concordou em arcar com todas as despesas médicas do lutador.

O brasileiro foi nocauteado 18 vezes dentro das 19 derrotas que tem na carreira, incluindo o último e impressionante revés. Ainda não é possível saber se, por conta de todos os fatores que rondam a vida de Cyborg, a Comissão Atlética vai liberá-lo para voltar aos combates dentro desse prazo otimista que ele estabeleceu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo