Esporte

'Cyborg' promete investir dinheiro arrecadado para sua recuperação em projeto social

21/07/2016 16h28

A joelhada aplicada por Michael Page que nocauteou o brasileiro Evangelista 'Cyborg' assustou não apenas pelo impacto, mas também pela lesão causada na testa do veterano, que com uma fratura na região terá que se submeter a uma cirurgia. E pensando nisso relembraremos outras 14 lesões para lá de bizarras ocorrida no MMA -Reprodução/Instagram

Cyborg decidiu doar o valor arrecadado para uma instituição no Brasil -Reprodução/Instagram

Assim que a imagem do nocaute sofrido por Evangelista ‘Cyborg’ dos Santos foi compartilhada nas redes sociais pela sua ex-mulher e também lutadora Cristiane ‘Cyborg’, uma campanha de arrecadação de fundos para ajudar com os gastos médicos foi iniciada. Os fãs recolheram cerca de R$ 78 mil em solidariedade ao lutador, mas esse dinheiro não vai ser usado para a recuperação da lesão.

Cyborg revelou em entrevistas que, apesar de ficar muito agradecido com a ajuda enviada pelas pessoas, tal mobilização não tinha necessidade de ocorrer, já que o evento em que luta, o Bellator, se ofereceu para arcar com todas as despesas médicas do lutador e ainda pagou a ele o valor do bônus que ele receberia se tivesse ganhado o combate.

Já que não vai utilizar o dinheiro arrecadado, Cyborg resolveu dar outro destino para a quantia. De acordo com o site americano ‘MMA Junkie’, o brasileiro decidiu retribuir um favor que recebeu de uma organização há muito tempo atrás, quando ainda era criança.

“Quando eu tinha 11 anos de idade eu comecei a engraxar sapatos para ajudar minha família. Meu pai trabalhava no campo e minha mãe era dona de casa. Eu chegava da escola às 11 da manhã e ficava na rua até as 10 da noite. Nessa época eu tive uma ajuda muito importante que impactou muito na minha vida. Eu comecei a ser atendido pela Casa do Melhor Trabalhador de Rua, uma casa de atendimento para as crianças que trabalham nas ruas, em Rondonópolis, no Brasil. Eles tinham biblioteca, quadra de futebol, bolas de futebol e faziam orações todas as horas. Desde que eu sou criança que eu quero retribuir do fundo do meu coração toda a segurança e direcionamento que eu recebi nesse projeto”, revelou o brasileiro.

Cyborg decidiu doar a quantia para essa instituição. Mas, além do dinheiro, ele desenvolveu um projeto no qual vai usar a doação para executá-lo. Esse projeto vai contar com aulas de inglês e literatura para as crianças, além de incluir as artes marciais nos esportes ensinados no local.

“Hoje eu sou fruto do trabalho que eles fazem lá. Então eu quero usar esse dinheiro para realizar o meu maior sonho que é oferecer aulas de artes marciais, literatura e inglês. Dessa forma, nós poderemos preparar novos campeões para a luta diária que é a vida e encorajá-los a usar todo o potencial físico, mental e técnico que eles tem”, contou.

O projeto de Cyborg espera atender mais de 900 crianças que são atendidas na Casa do Menor Trabalhador de Rua.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo