Esporte

Lutador acusa USADA de retirá-lo de luta no UFC mesmo sem flagra no doping

Ag. Fight

22/07/2016 13h45

Sullivan foi retirado do card por medida cautelar da USADA - Reprodução/UFC

Sullivan foi retirado do card por medida cautelar da USADA – Reprodução/site UFC

A retirada de George Sullivan do card do UFC on FOX 20, evento marcado para este sábado (23) em que enfrentaria Hector Urbina, segue gerando polêmica. Inconformado, o atleta expressou sua revolta com a atitude tomada pela USADA (agência reguladora do controle antidopagem do evento) em uma postagem nas redes sociais.

A acusação de Sullivan é de que a organização agiu de maneira equivocada e premeditada ao retirá-lo do card por conta do uso de um suplemento natural que ele mesmo informou ter usada à entidade. De acordo com o lutador, ele já faz uso desse produto há um bom tempo e nunca foi pego no doping. Além disso, ele questiona o fato de que nenhum exame feito até hoje nele deu positivo, nem mesmo os mais recentes.

“Como todo mundo que me acompanha sabe, eu sou um grande defensor de um MMA sem o uso de substâncias proibidas. Fiquei chocado quando fui informado que não poderia mais lutar nesse final de semana. Eu não falhei no exame antidoping, fui retirado do card por conta de um suplemento natural que estava na minha lista de produtos usados que eu voluntariamente informei para a USADA. Esse suplemento está na minha lista desde as minhas lutas passadas. Fui testado incontáveis vezes durante toda a minha carreira por diferentes agências de controle, inclusive a USADA. Nunca testei positivo para nenhuma substância proibida. Quero agradecer a todos que estão me apoiando. Vou fazer tudo o que for preciso para limpar meu nome”, publicou o lutador.

Sullivan já competiu duas vezes no UFC desde que a política da USADA foi implementada na organização. Por isso, o atleta questiona que já foi testado por outras agências de controle e até mesmo por essa entidade enquanto fazia o uso do suplemento e que nunca teve um resultado positivo. De acordo com o site da organização que controla o doping no maior evento de MMA do mundo, Sullivan foi testado duas vezes esse ano.

Com a crítica lançada pelo lutador, a USADA decidiu se manifestar. Na noite da última terça-feira (19), a agência divulgou um comunicado esclarecendo o motivo de ter retirado o atleta do evento mesmo sem que ele tenha falhado nos exames.

“Dado que o atleta divulgou o assunto tratado, a USADA pode confirmar que iniciou uma investigação contra o Sr. Sullivan por conta de uma declarada dieta suplementar considerada de alto risco usada durante o período fora de competição, em coleta realizada no dia 13 de julho de 2016. No momento, a USADA ainda não concluiu que ele tenha violado a política de controle e por isso ele também não foi notificado. Mesmo assim, por conta da declaração do Sr. Sullivan, nós consideramos que o produto tem uma enorme probabilidade de conter algum tipo de substância proibida e, por isso, continuaremos a investigar o material”, divulgou a agência.

O UFC anunciou na tarde da terça-feira que Sullivan estaria fora do card por conta de complicações com a política de antidoping. A organização esclareceu que a retirada do atleta foi feita por um ‘excesso de cuidado’ promovido pela USADA, e que vai continuar investigando o caso.

Veja a nota de esclarecimento divulgada pelo Ultimate:

“O competidor do UFC George Sullivan voluntariamente informou a Agência de Antidoping dos Estados Unidos que estava fazendo uso de um produto que apresenta um potencial risco de infração à política de controle. Por conta de um excesso de cuidado, Sullivan foi retirado da sua luta que estava programada para acontecer no próximo sábado (23) contra Hector Urbina enquanto a USADA conduz a investigação do material. Urbina vai continuar mantendo o peso da categoria porque existe a chance de conseguirmos um substituto para realizar a luta no sábado. Caso isso não aconteça, ele será reagendado para uma nova luta no futuro”

Sullivan lutou pela última vez em janeiro, no evento UFC on FOX 18, e acabou perdendo por nocaute no primeiro round para Alexander Yakolev. O atleta de New Jersey é atleta profissional de MMA desde 2006 e possui um cartel de três vitórias e duas derrotas dentro do Ultimate.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo