Esporte

Joanna prega respeito a Gadelha e revela plano de ser 'McGregor das mulheres'

23/07/2016 06h00

Joanna foi superior a Claudinha e manteve o cinturão - Rigel Salazar

Joanna foi superior a Claudinha e manteve o cinturão – Rigel Salazar

Joanna Jedrzejczyk e Claudia Gadelha protagonizaram uma das maiores rivalidades recentes do MMA. Sem esconder a antipatia uma pela outra, as duas tiveram o capítulo final – ao menos por enquanto – desta novela no último dia 8 deste mês, quando a polonesa acabou vencendo a brasileira no TUF 23 Finale, em Las Vegas (EUA), e manteve o cinturão dos palhas (52 kg).

Passadas duas semanas, a alta tensão entre as duas atletas parece aos poucos estar baixando e se transformando em admiração. Ao menos para Joanna, que participou de uma sessão de perguntas e repostas em Chicago, antes do UFC on Fox 20, que acontecerá neste sábado (23). A polonesa foi questionada sobre a competitividade de sua categoria e deixou claro que seu duelo mais difícil realmente foi diante de Claudinha.

“A minha categoria está crescendo muito todos os dias e lutadoras muito boas estão chegando. Mas a luta mais importante e mais difícil foi com a Claudia. Eu tenho muito respeito por ela, ela é uma das melhores da categoria e eu acredito que nós duas fizemos muito pela categoria”, afirmou a campeã.

Apesar de mostrar respeito pela rival, Joanna explicou que realmente não tem grandes afinidades com a brasileira, apesar de admirá-la como profissional de MMA.

“No seu trabalho tem gente que você gosta mais e gente que você gosta menos. Comigo também. Com a Gadelha era isso. Mas acabou. Eu respeito ela e admiro ela como atleta”, resumiu.

A polonesa também respondeu sobre a possibilidade do Ultimate passar a contar com a categoria feminina dos moscas (57 kg), o que daria mais chance a outras atletas. Sobre o tema, Joanna pensa em repetir a estratégia de Conor McGregor, que tentou subir para a divisão dos leves (70 kg) mesmo mantendo seu título dos penas (66 kg).

“Eu vou continuar lutando na minha categoria enquanto não sai a dos 125 pounds. Quando sair eu quero lutar nela, porque eu quero o cinturão. Depois disso eu pretendo ficar lutando nas duas categorias”, disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo