Esporte

Barboza rechaça duelo com Will Brooks: "Quero alguém melhor ranqueado"

27/07/2016 12h28

Edson Barboza tem novo desafio no cage. Caso vença Gilbert Melendez, o carioca estará maior perto do que nunca do cinturão do UFC. Fiquem de olho! - Diego Ribas

Apesar de não querer, Edson aceitaria enfrentar Will Brooks – Diego Ribas

Depois de conseguir vencer dois lutadores muito bem ranqueados na divisão dos leves (70 kg), o brasileiro Edson Barboza ganhou moral dentro da organização. Com os bons resultados, ele agora está a procura de novos desafios, ou seja, lutas que possam credenciá-lo para uma possível disputa de título contra Eddie Alvarez, atual campeão da categoria.

Em entrevista ao programa de rádio do site americano ‘MMAJunkie’, Barboza deixa bem claro que quer lutas que o ajudem a chegar no posto de desafiante número um. O brasileiro ainda comentou sobre a hipótese de enfrentar Will Brooks, ex-campeão do Bellator que chegou com moral ao Ultimate, mas atualmente ocupa a 12ª colocação no ranking.

“Eu quero lutas que me coloquem próximo de ser o desafiante ao título. Se o UFC me disse que lutar com aquele cara vai me deixar perto da disputa pelo cinturão, por que não? Mas é como eu disse, eu prefiro lutar com pessoas que estejam acima de mim no ranking. Se eu puder escolher, eu quero lutar com alguém melhor ranqueado do que eu. Existem cinco caras acima de mim e eu espero que o UFC me dê um deles. Se você analisar o ranking, vai ser melhor para minha carreira”, revelou o brasileiro que ocupa a sexta colocação no ranking.

A ideia sobre enfrentar Will Brooks surgiu porque o americano fez uma postagem em seu twitter dizendo que adoraria enfrentar o brasileiro no UFC Fight Night marcado para acontecer em outubro deste ano. Mas como é possível perceber pelo depoimento de Barboza, essa luta não é algo que está nos seus planos. Edson quer cuidar logo de sua lesão no pé direito e voltar aos treinos para se preparar para o próximo desafio.

“Nesse momento, meu pé não está nada bem. Ele está muito grande, especialmente meu pé direito. Eu provavelmente vou ao médico essa semana para ver o que aconteceu. Mas graças a deus foi só meu pé. Meus ombros, cotovelos e joelhos estão 100%. Eu quero voltar a treinar na próxima semana, o mais rápido possível”, finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo