Esporte

Tyron Woodley surpreende favorito e se torna o novo campeão do UFC

Eric Jamison/AP
Imagem: Eric Jamison/AP

Ag. Fight

31/07/2016 01h23

A atração principal do UFC 201, evento realizado neste sábado (30) na cidade de Atlanta (EUA), contava com a disputa do título dos meio-médios (77 kg) entre Robbie Lawler e Tyron Woodley. E a expectativa para o duelo entre os parceiros de treino na academia America Top Team se fez valer após um novo show do então desafiante que não demorou para liquidar a fatura.

Melhor wrestler da categoria, ao menos no papel, o americano cercou Lawler desde o início e estudou o momento de soltar o forte cruzado de direita que o fez famoso no MMA. E logo na segunda tentativa, ainda no primeiro assalto, o campeão foi a lona, para surpresa da torcida, que festejou pelo inusitado fim do combate.

“Estava de volta e muito tranquilo. Ele estava nervoso, mas eu não. Ele é meu amigo, não era uma luta que eu escolheria. Mas vi o cinturão vindo para mim”, narrou o atleta que não competia desde janeiro de 2015.

"Minha mão abaixou e ele acertou o golpe. Talvez eu não tenha me movimentado o suficiente e não achei a distância", conta o ex-campeão Robbie Lawler em entrevista pós-luta

Nova força polonesa

Apesar de não ser a favorita para o duelo, a invicta Karolina Kowalkiewicz deu mais um show de raça, perseverança e estratégia para superar Rose Namajunas. Pior no primeiro round, quando sua rival dominou a distância e golpeou e saiu de seu raio de ação repetidas vezes, a polonesa soube buscar o clinche nos assaltos seguintes, e foi de lá que ela garantiu o triunfo.

Melhor preparada fisicamente, Karolina repetiu as investidas de forma sistemática em clara certeza de que aos poucos ela seria capaz de furar a defesa da americana. E assim aconteceu. Ao sentir a pressão da oponente, Rose passou a tentar quedas, mas não obteve êxito e se tornou alvo da polonesa, que convenceu dois dos três árbitros que ela havia sido superior nos dois últimos assaltos.

Ao final, ela, que agora está invicta em dez duelos de MMA, pediu por uma chance de disputar o cinturão dos pesos-palhas (52 kg) diante da compatriota Joanna Jedrzejczyk, outra lutadora que também nunca sentiu o gosto da derrota neste esporte.

“Eu respeito a Joanna, mas quero enfrentar ela. As pessoas dizem que não estou pronta e não estou no nível dela. Mas quero provar que elas estão erradas”, garantiu.

Redenção

Jake Ellenberger subiu no octógono com a difícil tarefa de precisar reverter o retrospecto de cinco derrotas em suas seis últimas lutas. E tudo isso diante de Matt Brown, um dos atletas mais resistentes do MMA mundial. E surpreendendo os especialistas, o atleta mostrou que os treinos na academia ‘Kings MMA’ surtiram efeito a ponto de fazê-lo não tomar conhecimento do oponente.

Explosivo como de costume, Jake fintou dois jabs e entrou com um cruzado de direita que levou Brown a knockdown. Depois disso, uma forte sequência no ground and pound que não foi capaz de dar cabo do combate pareceu tomar mais energia do que o programado, tanto que o antes quase nocauteado oponente pareceu retomar o domínio do octógono.

Até que um forte chute no corpo fez Brown desabar mais uma vez, mas agora sem chance de defesa. Melhor para Jake, que garantiu um triunfo importante em momento delicado de sua carreira.

“O Brown é um grande lutador. Tenho que agradecer toda a Kings MMA e ao treinador Rafael Cordeiro. Era apenas uma questão de retomar o foco”, narrou sem esconder o sorriso pelo triunfo.

Confira os resultados do UFC 201:

Tyron Woodley nocauteou Robbie Lawler no 1º round;
Karolina Kowalkiewicz venceu Rose Namajunas por decisão dividida;
Jake Ellenberger nocauteou Matt Brown no 1º round;
Érik Pérez venceu Francisco Rivera por decisão unânime;
Ryan Benoit venceu Fredy Serrano por decisão dividida;
Nikita Krylov nocauteou Ed Herman no 2º round;
Jorge Masvidal venceu Ross Pearson por decisão unânime;
Anthony Hamilton nocauteou Damian Grabowski no 1º round;
Wilson Reis finalizou Hector Sandoval no 1º round;
Michael Graves e Bojan Veli?kovi? empataram (decisão majoritária);
Damien Brown nocauteou César Arzamendia no 1º round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo