Esporte

Condit considera Demian subestimado, mas critica estilo do brasileiro

Ag. Fight

01/08/2016 16h54

Calors Condit vai enfrentar Demian Maia no UFC On Fox 21 - Diego Ribas

Calors Condit vai enfrentar Demian Maia no UFC On Fox 21 – Diego Ribas

Carlos Condit e Demian Maia farão a luta principal do UFC on Fox 21, marcado para o dia 27 de agosto, em Vancouver, no Canadá. O duelo marcará o encontro entre o americano, quinto do ranking dos meio-médios, e o brasileiro, que atualmente ocupa a terceira posição.

Vindo de cinco vitórias consecutivas diante de atletas de renome, Demian esperava por uma chance de disputar o cinturão, mas ela não veio. Ao invés disso, o brasileiro terá pela frente um atleta que quer justamente usar essa luta para voltar a ser um postulante ao cinturão que hoje pertence a Tyron Woodley.

“A luta com o Maia será realmente muito dura. E é uma luta que me colocará de volta no trilho para o topo. Gosto da ideia de lutar com ele porque ele é um dos melhores do mundo. Com certeza será um grande desafio e eu gosto de desafiar a mim mesmo. É por isso que eu faço isso. Ele tem truques e um estilo muito duro. Eu gosto de testar as minhas habilidades contra caras renomados e com certeza Demian Maia é um desses caras”, afirmou Condit ao podcast ‘MMA Hour’.

O americano foi bastante elogioso com relação às qualidades técnicas de seu oponente, no enanto, Condit acredita que o estilo de luta do brasileiro não é dos que mais agrada os fãs de MMA. Para ele, a luta agarrada e baseada no jiu-jitsu de Demian faz com que ele tenha dificuldades em subir na categoria de forma mais acentuada.

“Eu poderia dizer isso. Ele é subestimado porque ele realmente é um lutador fenomenal. Ele poderia facilmente ser o número 1 da categoria, mas o problema é que o estilo dele não é tão… ele não realmente luta. Ele entra lá e faz o grappling. Nas lutas recentes dele ele lutou de forma super segura. Contra o Gunnar Nelson, por exemplo, ele teve oportunidades de vencer a luta e mostrar que está ali, está presente. Mas preferiu o caminho mais seguro. Talvez por isso que ele não esteja no lugar onde ele deveria estar, mais para cima no ranking ou ter mais respeito dos lutadores dos meio-médios. Não é o estilo que mais entretêm os fãs”, analisou.

O americano também foi convidado a analisar o que muda o fato de a luta ter sido transferida do UFC 202 para o duelo principal do UFC on Fox 21. O que, basicamente, fez com que a luta tenha cinco rounds ao invés de três. Para ele, essa alteração foi boa porque dá mais chances para que ele vença a qualquer momento.

“Podemos ver das duas formas. Podem ser cinco rounds do Demian Maia nas minhas costas me dominando em posições de jiu-jitsu. Mas eu também sei que tenho muito boas condições e cardio. Em cinco rounds eu também sei que terei mais tempo para impor o meu jogo. E eu posso terminar essa luta rapidamente e violentamente. Posso abrir espaço para isso acontecer”, concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo