Esporte

Dos Anjos pede chance por cinturão: "O que eu fiz não pode ser esquecido"

L.E. Baskow/Las Vegas Sun via AP
Imagem: L.E. Baskow/Las Vegas Sun via AP

Ag. Fight

10/08/2016 17h13

Entre os derrotados da semana, o brasileiro Rafael dos Anjos deu adeus ao cinturão dos leves (70 kg) após ser nocauteado ainda no primeiro assalto por Eddie Alvarez. Cabisbaixo na coletiva, o carioca sabia que com sua derrota o Brasil ficaria sem cinturão até algum compatriota reaver o posto. Sorte que Aldo e Amanda não demoraram mais do que dois dias para isso - Rigel Salazar

Rafael dos Anjos deu adeus ao cinturão após ser nocauteado por Eddie Alvarez – Rigel Salazar

Rafael dos Anjos foi nocauteado por Eddie Alvarez e deu adeus ao cinturão dos pesos-leves (70 kg) do UFC no inicio do mês de julho. Apesar disso, a confiança do carioca não parece ter caído nem por um momento, tanto que ele deixou claro o seu desejo de disputar o título assim que possível. E para isso ele pretende fazer valer o seu histórico na divisão.

Em conversa com a reportagem do UFC Brasil, o ex-campeão afirmou que não pretende fazer muitas lutas até conquistar a nova chance de lutar pelo cinturão. Afinal, com duelo marcado contra Tony Ferguson para novembro, o brasileiro poderia se credenciar imediatamente em caso de novo triunfo.

“Não quero ter que fazer duas ou três lutas para chegar ao title shot, até mesmo pelos meus resultados. Sofri uma derrota, da forma que foi, mas tudo o que eu fiz na categoria não deve ser esquecido. Nocauteei Ben Henderson, Nate Diaz e Donald Cerrone, e isso não pode ser apagado. Acho que uma vitória me bota de volta nas cabeças”, analisou o carioca.

Apesar da meta em recuperar o posto de melhor lutador do mundo, Rafael reconhece os perigos em enfrentar Ferguson, atleta que vem embalado por oito vitória seguidas no octógono. E justamente por se tratarem de dois atletas de renome, o vitorioso deve garantir posição de destaque no show.

“Meu foco é o cinturão, mas estou tentando não pensar muito nisso agora. O próximo na fila é o Ferguson, e uma vitória em cima dele me credenciaria para o cinturão. Estou saudável, querendo lutar e com sede de vitória”, narrou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo