Esporte

GSP revela que dará início a exames antidoping para voltar ao octógono

10/08/2016 17h33

Georges St-Pierre não luta desde novembro de 2013 - Diego Ribas

Georges St-Pierre não luta desde novembro de 2013 – Diego Ribas

Ao que parece, Georges St-Pierre voltará, de fato, ao octógono. Depois de muita especulação por parte da imprensa, o canadense revelou que entrará no programa de testes da USADA (agência americana de controle antidopagem) para se tornar apto a lutar. E sem revelar um possível adversário, o ex-campeão fez questão de enfatizar que não quer um ‘passe livre’ da regra de quatro meses de exames antidoping para atletas que retornam de aposentadoria, como aconteceu com Brock Lesnar – o que colocaria em risco uma participação no UFC NY.

Em entrevista ao site ‘Bloody Elbow’, GSP contou que começa a integrar o programa da USADA nesta quarta-feira (10). O canadense revelou que as conversas com o UFC vêm acontecendo há algum tempo e reforçou o desejo de retornar ao octógono mais famoso do planeta.

“Eu quero voltar. Meu empresário está negociando com o UFC. Eles fizeram uma oferta, nós fizemos uma contraproposta e então ficamos sabendo que o UFC havia sido vendido. Decidimos esperar uns dias para ver o que estava acontecendo, até porque muitos empregados ficaram com medo de perder o emprego – até aqueles com cargos importantes. Então, decidimos deixar a companhia se estabelecer primeiro. Agora voltamos a conversar e eu vou começar o processo de testes da USADA no dia 10 de agosto em Las Vegas”, afirmou.

Após Brock Lesnar ser isento da regra que obriga os atletas que retornam de aposentadoria a ficarem quatro meses à disposição da USADA para testes antidoping, GSP fez questão de deixar claro que não quer ser uma exceção como o peso-pesado. Caso o canadense realmente cumpra a determinação, uma possível participação no primeiro evento do UFC em Nova York estaria descartada, uma vez que o show está marcado para o próximo dia 12 de novembro.

“Ele teve um passe livre, foi uma exceção de um mês ou algo assim. Mas eu não quero ser uma exceção. Não seria bom para a minha reputação – não quero uma passe livre, quero fazer igual a todo mundo. Por isso que estarei começando o processo agora no dia 10 de agosto. Ainda não tenho nenhuma luta marcada mas vamos ver o que acontece agora. Se estou sendo testado é por uma razão”, declarou.

Aos 35 anos de idade, GSP não pisa no octógono desde novembro de 2013, quando venceu Johny Hendricks por decisão dividida. Considerado um dos maiores atletas da história do UFC, o canadense é ex-campeão dos meio-médios (77 kg) e não perde uma luta desde 2007.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo