Esporte

Algoz de Glover revela os motivos que o levaram a lutar duas categorias de peso abaixo da atual

21/08/2016 12h19

Anthony Johnson nocauteou Glover Teixeira em apenas 13 segundos - Diego Ribas

Anthony Johnson nocauteou Glover Teixeira em apenas 13 segundos – Diego Ribas

Anthony Johnson foi avassalador. No último sábado (20), o americano atropelou Glover Teixeira no UFC 202 com um gancho de direita certeiro no queixo seguido de rápido ground and pound em apenas 13 segundos de luta e provou ser um dos lutadores mais potentes dos meio-pesados (93 kg). No entanto, pode parecer impossível de conceber, mas o gigante já chegou a atuar duas categorias abaixo da atual. Até 2011, ‘Rumble’ pertencia aos meio-médios (77 kg) e sofria para baixar dos 95 kg para os 77 kg, tendo por algumas vezes não batido o peso. Contudo, apesar de admitir que foi imaturo, o atleta revelou os seus motivos para escolher enfrentar o agressivo corte de peso e se apresentar em uma divisão mais leve.

Durante a coletiva pós-luta do UFC 202 realizada após o evento do último sábado (20), Johnson lembrou ao site ‘MMA Fighting’ dos seus tempos de meio-médio e admitiu que foi imaturo ao decidir baixar tanto o peso. Contudo, o americano lembrou que lendas do esporte – como Anderson Silva, Chuck Liddell e Randy Couture – atuavam nas divisões dos médios (84 kg) e meio-pesados e ponderou que não tinha chances, na época, nessas categorias.

“Tudo acontece por um motivo. Se eu lutasse, naquela época, nos pesos-médios ou meio-pesados, provavelmente ninguém saberia quem eu sou. Nos médios tinha o Anderson destruindo todo mundo, Chuck Liddell estava arrancando a cabeça das pessoas e Randy Couture estava na área também… monstros em cada uma dessas categorias. Eu era muito verde, muito novo nesse jogo. Eu não tinha chance nos médios ou meio-pesados. Graças a Deus eu fiz coisas boas nos meio-médios e coisas ruins também e agora muitas pessoas sabem quem eu sou. Agora eu luto nos meio-pesados porque sou muito mais esperto do que era quando comecei a lutar. Baixar de 95 kg para 77 kg era estúpido. Eu era imaturo e não conhecia o jogo”, argumentou.

Com a excelente vitória sobre Glover Teixeira e com Jon Jones temporariamente suspenso por ter sido flagrado em um exame antidoping, Johnson se apresenta como o próximo desafiante ao cinturão de Daniel Cormier. E o americano já adiantou onde quer fazer o duelo pelo título.

“Espero que em Nova York. Quero fazer parte da história que será feita ali. Eu realmente quero lutar no Madison Square Garden. Foi lá onde as grandes lendas no mundo das lutas se apresentaram. E eu quero fazer parte dessa história também”, declarou.

Lutador profissional desde 2006, Anthony Johnson venceu todos os seus últimos três combates por nocaute. Aos 32 anos de idade, o americano coleciona na carreira um cartel com 22 vitórias e cinco derrotas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo