Topo

Esporte

Demian Maia usa até idade avançada para reivindicar luta por cinturão

28/08/2016 14h36

Demian Maia mostrou muito respeito por Condit - Reprodução

Demian Maia mostrou muito respeito por seus oponentes na coletiva – Reprodução

Após vencer Carlos Condit na noite do último sábado (27), o brasileiro Demian Maia renovou suas esperanças de ter seu passaporte carimbado para a disputa de título dos meio-médios (77 kg). Dono de um jiu-jitsu impecável, o brasileiro vem de uma sequência de seis vitórias seguidas e agora se encontra em uma situação delicada: esperar pelo cinturão ou aceitar outra luta difícil para chegar até seu maior objetivo?

Em entrevista coletiva logo após o evento, Demian valorizou as qualidades de Stephen Thompson, seu concorrente direto para a vaga de disputa do cinturão que hoje pertence a Tyron Woodley. Mesmo assim, o brasileiro de 38 anos pediu para que o Ultimate considere sua idade na hora de escolher o próximo desafiante.

“Eu respeito o Thompson demais, ele é um cara do bem, mas eu sou bem mais velho do que ele e então se o UFC me der a luta do título primeiro seria muito bom (risos). Caso contrário, eu espero que eles deem para ele o mais rápido possível e eu vou esperar para ver quem é que vai ganhar a luta”, contou o brasileiro.

Tyron Woodley, atual dono do cinturão, se tornou o campeão quando derrotou Robbie Lawler no UFC 201 com um nocaute ainda no primeiro round. Além de ganhar o título, o norte-americano também levou o prêmio de performance da noite. Thompson, por sua vez, vem de sete triunfos seguidos e possui 33 anos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte