Esporte

Sob vaias, Bethe Correia se recupera e vence americana no UFC 203

Ag. Fight

10/09/2016 23h00

Dois atletas representaram o Brasil no card preliminar do UFC 203, que aconteceu neste sábado (10), em Cleveland (EUA). E eles deixaram o octógono do maior torneio de MMA do mundo com sentimentos completamente opostos. Enquanto Caio ‘Monstro’ foi derrotado por Brad Tavares, a peso-galo (61 kg) Bethe Correia derrotou a americana Jessica Eye.

Bastante centrada, Bethe começou se movimentando bem e escolhendo os momentos certos para contra golpear e atingir a adversária. Mas a americana não parou de caminhar para frente nem por um segundo e levou perigo com sequências que atingiam o rosto da brasileira.

O assalto seguinte foi extremamente equilibrado. As duas trocaram golpes efetivos que levantaram o público da arena, que claramente apoiava a americana nascida em Cleveland. E no round final o duelo pareceu até esfriar e novamente houve muito equilíbrio. Os árbitros laterais entenderam que o triunfo foi de Bethe Correia por decisão dividida.

“Estava com saudade. Foi uma luta incrível. Eu voltei. A Pitbull está de volta. Claro que eu ganhei. Dominei o centro do ringue e acertei mais golpes. Coloquei ela na grade e essa luta foi minha”, disse a brasileira diante de muitas vaias do público local.

Com a vitória, Bethe se recupera das duas derrotas seguidas que acumulou. Ela perdeu em agosto do ano passado para Ronda Rousey e em abril deste ano para Raquel Pennington.

Caio ‘Monstro’ perde segunda seguida

A noite não começou bem para o Brasil no UFC 203. Na primeira das cinco participações dos atletas nacionais no evento, Caio ‘Monstro’ Magalhães acabou sendo derrotado pelo norte-americano Brad Tavares após três rounds de combate.

Logo no primeiro movimento da luta, Monstro disparou uma bomba de perna direita na perna do americano. O brasileiro ditou o ritmo do round inicial, mas se desgastou bastante ao tentar quedas e segurar o oponente na grade. No assalto seguinte, Tavares pareceu achar melhor a distância e conseguiu atingir melhores golpes. Na parcial final, o norte-americano foi claramente superior.

A decisão então foi para os árbitros laterais, que consideraram Brad Tavares vencedor por decisão dividida. Foi a segunda derrota seguida do cearense, que agora pode começar a se preocupar em evitar uma possível demissão. Já o americano consegue um respiro após três resultados negativos nas últimas quatro lutas.

CARD PRELIMINAR

Bethe Correia venceu Jessica Eye por decisão dividida dos árbitros laterais;
Brad Tavares venceu Caio ‘Monstro’ por decisão dividida dos juízes laterais;
Nik Lentz venceu Michael McBride por nocaute no segundo round;
Drew Dober venceu Jason Gonzalez por nocaute no primeiro round;
Yancy Medeiros venceu Sean Spencer por finalização (mata-leão) no segundo round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo