Esporte

'Thominhas' Almeida ainda espera por chance de lutar no UFC São Paulo

07/10/2016 12h24

'Thominhas' foi derrotado por Cody Garbrandt em maio passado - Diego Ribas

‘Thominhas’ foi derrotado por Cody Garbrandt em maio passado – Diego Ribas

Apesar de ser um dos líderes da nova geração de lutadores de MMA do Brasil, ‘Thominhas’ Almeida não foi relacionado para nenhum dos dois eventos do Ultimate no Brasil no segundo semestre de 2016 – um já realizado em setembro e o outro a acontecer em novembro. Sem lutar desde maio passado, quando sofreu a primeira derrota da carreira, o paulista deixou claro que não vê a hora de subir novamente no octógono e revelou que ainda tem esperanças de ser escalado para o UFC Fight Night 100, show que será realizado no próximo dia 19 do próximo mês, em São Paulo.

Com pouco mais de um mês faltando para último evento do ano no Brasil, Thominhas contou que não tem nada definido com o Ultimate, mas que acredita que ainda pode entrar para o card do show paulista. De acordo com o paulista, se algum atleta se machucar de última hora ele está pronto para lutar.

“Não tenho nada marcado ainda. Estamos tentando bastante lutar em São Paulo no dia 19 de novembro, mas até agora não tive resposta. Mas continuo treinando e focado. Tenho que estar pronto porque pode acontecer de alguém machucar e eu ser escalado de última hora. Desde a última luta eu venho treinando e to bem fisicamente, sem lesão. Assim que o UFC chamar eu estarei à disposição e darei o meu melhor. Eu só quero lutar. Estou um tempo parado, desde maio”, declarou em conversa com a Ag. Fight.

Parte da nova safra de lutadores de MMA, ‘Thominhas’ viu o Brasil perder três cinturões em menos de um ano – José Aldo, Rafael dos Anjos e Fabrício Werdum -, mas mesmo assim não se preocupa com o momento ruim dos compatriotas. Na opinião do paulista, outros atletas como Demian Maia, Ronaldo ‘Jacaré’ e John Lineker estão na briga por cinturões e é questão de tempo para que o país volte a ‘reinar’ no UFC.

“Se você analisar as categorias, sempre tem um brasileiro batendo na porta e incomodando. Tem vários brasileiros em busca de cinturão e a gente até vê a grande rotatividade dos cinturões. E eu acho que é só uma questão de tempo até o Brasil recuperar alguns. Temos alguns brasileiros batendo na porta como o Demian, o Jacaré, o John Lineker. Então acho que o Brasil está bem representado sim”, opinou.

Natural de São Paulo, Thominhas começou a lutar MMA profissionalmente em 2011. Com apenas 24 anos de idade, o brasileiro coleciona na carreira um cartel com 21 vitórias e somente uma derrota.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo