Esporte

Comissão Atlética multa McGregor em R$ 500 mil por confusão em coletiva

Michael Reaves/Getty Images
Imagem: Michael Reaves/Getty Images

Ag. Fight

10/10/2016 14h42

 

Realizado nesta segunda-feira (10) em Las Vegas (EUA), o julgamento de Conor McGregor sobre a coletiva de imprensa que acabou marcada pela guerra de garrafas de água e energéticos arremessados entre sua equipe e o time de Nate Diaz terminou em uma multa para lá de pesada na conta do irlandês que, desta forma, permanece escalado sem problemas para competir no próximo dia 12 de novembro, no UFC Nova York.

A reunião contou com a participação do atleta via telefone, e ele explicou sua versão, reconhecendo erros em sua postura e admitindo que a pressão de fazer a maior luta de sua carreira colaboraram com o ambiente hostil. Discurso que, de forma surpreendente, terminou com o falastrão sendo pressionado por Pat Lundvall, representante da C0missão Atlética, e se colocando à disposição para receber qualquer punição que fosse decidida pela entidade.

Antes disso, porém, a acusação havia pedido 25 mil dólares de multa (cerca de R$ 85 mil) além de um curso de media training para que o atleta soubesse lidar melhor com encontros registrados pela imprensa. Como contra proposta, o advogado de Conor sugeriu que seu cliente liderasse a criação de uma campanha anti-bullying como forma de se redimir pelos erros.

Com todas as cartas na mesa, a Comissão Atlética de Nevada se mostrou disposta, através de seus representantes, a punir de forma severa o atleta. Afinal, maior nome do esporte no momento, o irlandês não deveria atrelar seu nome e imagem a confusões deste tamanho. E, por isso, a punição definida foi salgada: 150 mil dólares (cerca de R$ 500 mil), sendo que metade será destinado a campanhas anti-bullying, e 50 horas de serviço comunitário.

Escalado para enfrentar Eddie Alavarez no próximo dia 12 de novembro, na atração principal do UFC NY, Conor terá a chance de se tornar o primeiro lutador a ostentar dois cinturões em categorias diferentes ao mesmo tempo na organização. Atual número um dos penas (66 kg), o irlandês travou polêmica ao se apresentar pela terceira vez fora de sua cateogira, o que garantiu a aposentadoria de José Aldo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo