Esporte

José Aldo fará reunião com o UFC para definir futuro e aposentadoria

Ag. Fight

12/10/2016 16h19

José Aldo declarou aposentadoria ficar de fora da briga pelo cinturão de novo - Dego Ribas

Crédito: Diego Ribas / Ag Fight

O anúncio da aposentadoria de José Aldo pegou todo mundo de surpresa, inclusive o Ultimate. Tentando resolver a situação da melhor forma, a diretoria do UFC vai promover uma reunião com o campeão interino dos penas (66 kg) em Las Vegas (EUA) para acertar todos os detalhes de seu contrato e obviamente, tentar convencê-lo a não abandonar os octógonos.

A informação foi dada pelo próprio José Aldo em uma conversa com jornalistas na manhã desta quarta-feira (12) no Rio de Janeiro. O lutador revelou que, apesar dos esforços do Ultimate, nada vai fazê-lo mudar de ideia quanto a largar de vez os combates na maior empresa de MMA do mundo.

“Estou esperando, essa é a situação agora. Nós temos uma reunião marcada para resolver tudo, mas tudo já foi dito até agora. Vamos ver o que acontece nessa reunião, eu vou poder dizer mais quando eu voltar. O Dana pode me oferecer o que quiser. Eu comecei a ficar desmotivado quando perdi o cinturão. Fui o campeão por tanto tempo e eu tinha o direito de ter uma revanche imediata e eles não me deram isso, aí eu quis andar em uma direção diferente e o Dedé não deixou, me fez lutar de novo. Não tenho nenhuma empolgação para lutar novamente, eu tenho outros projetos na minha vida. Sempre quis me aposentar como campeão e hoje eu sou o campeão, agora quero seguir novos rumos”, esclareceu de acordo com reportagem do site MMA Fighting.

Aldo também comentou que Dedé Pederneiras é claramente contra sua aposentadoria e até tentou mudar seu posicionamento. O lutador revelou que precisou conversar com seu treinador para esclarecer a situação e fazê-lo entender que tudo só está acontecendo porque o brasileiro perdeu a vontade de lutar.

“Eu sentei com o Dedé essa semana e conversei. Ele tentou mudar minha cabeça um pouco, mas não tem jeito. Eu estou muito decidido sobre o que eu quero. Nós vamos a essa reunião e vamos ver o que acontece. Dedé sabe o que ele quer. Não é que eu queira me aposentar, eu sou muito novo e ainda tenho muito a apresentar, mas eu não sinto mais desejo em lutar e eu não tenho nenhum interesse em ir para outra organização. Não vou sair da maior organização para lutar em uma menor. Eu sou um grande time e quero estar na maior liga de todas. Se eu não estiver dentro do UFC, eu não vou estar lutando em lugar nenhum”, contou.

Aldo revelou pela primeira vez que iria se aposentar quando Dana White confirmou que Conor McGregor enfrentaria Eddie Alvarez antes de defender o cinturão linear da categoria dos penas. O brasileiro se revoltou e revelou que estava se sentindo colocado de lado pela organização, já que não teve a oportunidade de fazer uma revanche com o irlandês desde que perdeu o título em dezembro de 2015.

Quer receber notícias de MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo