Esporte

Nutricionista de Ronda veta luta com Cyborg e cogita mudança de categoria

Diego Ribas / Ag. Fight
Mike Dolce é o nutricionista de Ronda Rousey Imagem: Diego Ribas / Ag. Fight

Ag. Fight

14/10/2016 17h01

Depois que foi nocauteada e perdeu o cinturão para Holly Holm em novembro passado, Ronda Rousey decidiu ficar afastada das competições e teve seu retorno marcado para dezembro deste ano contra a brasileira Amanda Nunes. Apesar de todo o tempo fora, o nutricionista da ex-campeã garante que ela estaria pronta para lutar na edição de Nova York do UFC e que, se ela quisesse, poderia até mesmo descer de categoria. Ao mesmo tempo, o médico veta e considera insana qualquer possibilidade da americana enfrentar Cris ‘Cyborg’ em peso combinado de até 63,5 kg.

Em entrevista para o site americano ‘MMA Junkie’, Mike Dolce afirmou que, como nutricionista oficial de ‘Rowdy’, pode garantir que ela bateria os 57 kg da categoria dos moscas, que só existe entre os homens mas que parece cada dia mais próxima de ser inaugurada para as mulheres.

Pensando neste futuro, o médico ainda imagina que Ronda poderia enfrentar a atual campeã dos palhas (52 kg) Joanna Jedrzejczyk. Já quando o assunto é sobre Cyborg, Dolce não considera o combate saudável para sua atleta, já que a brasileira mantém um peso cerca de 10 kg mais alto fora das competições, o que lhe renderia grande vantagem no combate.

“Porque a Ronda, que se mantém em um peso saudável fora das competições, daria toda essa vantagem em enfrentar uma atleta que pesa uns 79 kg? Nenhum homem no planeta faria uma coisa dessas, e eu ainda considero um desrespeito com o público fazer com que a Ronda aceite esse desafio Como administrador do peso e coach, eu vejo a Ronda como uma atleta de 57 kg, se essa classe de peso existir. Baseado no peso atual dela e como ela está comprometida com o seu estilo de vida, a Ronda é capaz de bater 57 kg. Esse é o peso em que os combates mais interessantes podem acontecer. Você consegue imaginar a Ronda lutando contra a campeã Joanna Jedrzejczyk, uma que sempre falou em subir para os 61 kg?”, contou.

Já sobre a volta de Ronda aos octógonos, o treinado garantiu que a decisão de enfrentar Amanda foi uma das mais acertadas da organização. De acordo com o nutricionista, a brasileira é o desafio mais difícil que Rowdy já teve que enfrentar durante sua carreira.

“Eu acho que a Amanda é a campeã do mundo. Ainda acredito que a Ronda é a melhor lutadora do planeta, mas acho que a Amanda é a melhor opção para a Ronda. Ela é o teste mais duro e difícil que Ronda já teve em toda sua carreira. Eu não tenho dúvidas que a Ronda vai estar pronta para esse teste e vai se sair vitoriosa”, revelou esperançoso.

A luta entre Amanda Nunes e Ronda Rousey está marcada para o próximo dia 30 de dezembro. Essa será a primeira defesa de cinturão da brasileira depois que ela venceu Miesha Tate no UFC 200 e se tornou a campeã da categoria.

Quer receber notícias de MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo