Esporte

Brasileiro mira unificação de título para ganhar holofotes fora do UFC

Reprodução/Instagram
Raoni Barcelos enfrentará Dan Moret no RFA 45 Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

26/10/2016 12h19

O mundo do MMA terá novidades em 2017. Recentemente, foi anunciada uma fusão entre os torneio RFA e Legacy, que passarão a atuar sob a mesma bandeira com o nome de Legacy Fighting Alliance no ano que vem. As companhias, que estão entre as que mais cederam atletas para o UFC nos últimos anos, assinaram contrato com uma nova emissora de TV e, juntas, passam a figurar como um dos grandes eventos do esporte. E é pensando nesse crescimento da organização e, consequentemente, na sua visibilidade, que Raoni Barcelos espera ganhar os holofotes fora do Ultimate.

Durante uma conversa com a reportagem da Ag. Fight, Raoni festejou a unificação das organizações e ressaltou a importância dessa junção para sua carreira. Na opinião do atleta, o novo torneio chegará para bater de frente com outros grandes eventos de MMA.

“Em termos de desafio essa junção é muito importante para mim. O RFA já é um evento bem grande nos EUA e o Legacy também era um evento que se equiparava a esse porte. Então, os dois fazendo essa junção, acredito que deixará o evento mais forte e no mesmo nível do WSOF, por exemplo. Quem sabe até o Bellator? E como profissional, eu acho que cresço muito sendo o campeão dos dois torneios”, afirmou.

Atual campeão peso-pena (66 kg) do RFA, Raoni sabe o que é não ter o devido reconhecimento do público por atuar em um torneio de menor visibilidade. De acordo com o carioca, o foco da mídia está totalmente voltado para o UFC, o que acaba por deixar de lado diversos grandes atletas.

“Com certeza. Infelizmente, as emissoras que estão envolvidas no mundo da luta e do MMA propriamente visam muito o UFC – que é o torneio onde todos os lutadores querem participar. E, algumas outras, cobrem o Bellator. E nós, atletas que somos campeões em outros bons torneios, inclusive nacionais, ficamos de lado. Isso não poderia acontecer. Acho que o valor dado tem que ser igual. Acredito que deveria haver uma divulgação maior. Até porque isso é bom para os atletas e para o país também. É mais um brasileiro que está conquistando um título”, argumentou.

Na próxima sexta-feira (28), Raoni defenderá o seu título dos penas contra Dan Moret no RFA 45, evento que já será realizado em conjunto com o Legacy. Aos 29 anos de idade, o carioca coleciona na carreira um cartel com 10 vitórias e apenas uma derrota.

Quer receber notícias do MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo