Esporte

Condenado por estupro, irmão de Fedor Emelianenko é solto e negocia retorno ao MMA

28/10/2016 14h29

Ex-lutador do Pride, Alexander Emelianenko foi acusado e condenado por estuprar uma mulher de 27 anos - Divulgação/M1-Global

Alexander foi condenado por estuprar uma mulher de 27 anos - Divulgação/M1-Global

Condenado a cumprir quatros anos e meio de prisão por estupro na Rússia, o ex-lutador do Pride Alexander Emelianenko entrou em acordo e foi liberado nessa semana e já mira seu retorno às competições. As informações são do site local Interfax.ru, em tradução feita pelo portal Bloody Elbow.

O acordo entre União e o advogado de defesa garante que o atleta trabalhará por dois anos em instituições de correção e que 10% do salário será retido pelo governo. Além disso, ele, que cumpriu pouco mais de um ano de pena, estará sob condicional no período, e qualquer novo crime pode levá-lo à prisão por um tempo ainda maior.

Irmão mais novo de Fedor Emelianenko e com um cartel de 23 vitórias e sete derrotas como profissional, o peso-pesado, que competiu em eventos como Pride e M-1 Challenge, já estaria em negociações com o show Eurasian Fight Nights.

O torneio, o mesmo em que Fedor compete, teria como problema o fato de ter assinado com o UFC Fight Pass, canal de transmissão de lutas da Zuffa, empresa que costuma cortar qualquer tipo de laços com lutadores que possuem histórico de problemas com a polícia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo