Esporte

Robson Conceição aponta segredo para ter sucesso em estreia no boxe profissional

02/11/2016 06h00

Robson Conceição estreia no boxe profissional neste sábado - Diego Ribas

Robson Conceição estreia no boxe profissional neste sábado – Diego Ribas

“Você é um artista! Se movimenta, ele não sabe o que você quer fazer”. Assim Luiz Carlos Dorea orientava seu pupilo Robson Conceição em um treino realizado na última segunda-feira (31) em Las Vegas (EUA), um dia depois da chegada da equipe à cidade. Apoiado na beira do ringue montado no centro de treinamento da Top Rank (empresa de agenciamento de boxeadores), o experiente treinador analisava cada movimento do campeão olímpico que estreia no boxe profissional no próximo sábado.

Dali, Dorea dava as ordens para alternar os exercícios. “Cinco minutos de movimentação”, “Cinco de sombra”, “Cinco de sombra com o Robenílson ”, e dessa forma 40 minutos se passaram antes que o atleta se tornasse “vítima” do preparador físico André Picolli. Fora do ringue, ele cronometrava as sessões de manopla, puladas de corda e batidas nos sacos de pancada. Também era dele a função de checar o ritmo dos batimentos de Robson, assim como de garantir a hidratação nos momentos corretos.

O motivo do esforço encarado sempre com um sorriso no rosto, claro, é o corte de peso. Com pouco menos de 62 kg antes da sessão de treino, o campeão olímpico precisa cravar os 59 kg limites dos super-penas na sexta para poder medir forças contra James Clayton Burns no dia seguinte.

“Não sei praticamente nada sobre ele . O que importa é treinar bem e me sentir bem comigo mesmo. Se eu me sentir tranquilo, para mim é o suficiente. Não assisti muita coisa dele não, mas confio no Dorea. O que ele falar para eu treinar, eu faço”, disparou em conversa com a equipe da Ag. Fight.

A confiança da criatura no criador é evidente. Pupilo do treinador – que também revelou nomes como Acelino ‘Popó”, Junior ‘Cigano’ e Kelson Pinto -, Robson inclusive aponta nele a grande razão pela conquista do então inédito ouro para o pugilismo nacional. E com isso em vista, também se adianta em negar qualquer possível mudança para fora do País.

“Jamais vou me mudar (risos). Já passei uma vida interia forçada a viver em São Paulo com a seleção (olímpica). Nesse (último) ciclo não tiveram como me prender. Eu estava bem ranqueado, fui o primeiro a me classificar… Foi o diferencial para mim, poder ficar em Salvador. Treinei em casa, com a minha família perto, e com o Dorea, que sabe como me treinar. Ele faz um trabalho diferenciado, pois na seleção o treino é igual para todos. Lá em Salvador ele sabe o que eu tenho que fazer”, relembrou.

Prestes a encarar seu primeiro desafio como um pugilista profissional, Robson parece certo de que fez o necessário para romper a barreira de migração de modalidades com sucesso. Isso porquê, apesar dos 28 anos dedicados ao amadorismo, alguns detalhes em seu estilo devem acelerar o processo e garantir um conforto extra.

“Tive oportunidades anteriores de passar para o profisisonal. Mmas eu tinha a meta de ter uma medalha olímpica. E a Top Rank soube de mim através dessa medalha. Então nao seria dessa forma se eu não tivesse ganho. É diferente agora poos no amador não tem muita estratégia. No profissional é mais pensado, tem mais tempo para pensar em lutar contra um adversário em especifico. No olímpico, qualquer um pode cair na sua frente. Mas meu estilo já era meio que profissional. Sempre gostei de parar no centro, dominar a luta. Então pelo estilo é pouca diferença”, garantiu.

A prova de que todos os passos foram seguidos da maneira correta todos saberemos no sábado, quando o campeão olímpico subir no ringue profissional em Las Vegas. Mas a julgar pelo investimento e confiança, a medalha de ouro será apenas parte de sua trajetória no esporte.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo